Iniciativa Terra Amada - Vale de Papas

Iniciativa Terra Amada - Vale de Papas

A iniciativa TERRA AMADA centra-se no desenvolvimento de ações de voluntariado, abertas à participação de alunos de arquitectura nacionais e estrangeiros, com o objetivo de real...

  • 3939

    angariado

    131% de 3 000€

    84 apoiantes

  • 23/04/2014

    Terminado a

  • Financiado

    Esta campanha foi totalmente financiada

A iniciativa TERRA AMADA centra-se no desenvolvimento de ações de voluntariado, abertas à participação de alunos de arquitectura nacionais e estrangeiros, com o objetivo de realizar intervenções conservação e reabilitação em aldeias rurais do interior português, no que respeita a melhorar a qualidade de vida, conservar e reabilitar o património material e imaterial e contribuir para o desenvolvimento local.

A iniciativa TERRA AMADA, organizada pelo Curso de Arquitectura da Universidade Católica de Viseu, centra-se no desenvolvimento de acções de voluntariado, abertas à participação de alunos de arquitectura nacionais e estrangeiros, com o objectivo de realizar intervenções conservação e reabilitação em aldeias rurais do interior português, no que respeita a melhorar a qualidade de vida das populações, conservar e reabilitar o património material, imaterial e contribuir para o desenvolvimento local.

Em 2013 foi desenvolvida uma acção na aldeia de Covas do Monte, que incluiu obras em 7 edifícios e espaço público, com base em mão-de-obra voluntária de 60 estudantes, sob a direção de mestres-de-obras e técnicos do sector, também voluntários, e com os materiais doados por 54 empresas do sector.

Esta é uma iniciativa que visa promover ligações entre os vários sectores da sociedade (universidade, poderes públicos, sector privado e sociedade civil), entre o “saber” e o “fazer”, entre o urbano e o rural e entre a geração mais jovem e as populações mais envelhecidas.

Para 2014 estamos a tentar viabilizar uma ação na aldeia de Vale de Papas, concelho de Cinfães, distrito de Viseu.

Vale de Papas

Vale de Papas situa-se na Serra de Montemuro, é uma aldeia da Freguesia de Ramires, com cerca de 30 habitantes. Apresenta características originais, destacando-se as casas em granito amarelo, a interligação entre o ambiente natural e o construído e, principalmente, a prevalência ainda de coberturas em colmo. Esta aldeia dedica-se principalmente à agricultura e à actividade de pastoreio, mantendo desta forma a estrutura económica tradicional.

Ação de 2012/2013, Covas do Monte

O modo de vida da aldeia reflecte-se no espaço construído ao nível das construções que abrigam animais e armazenam os produtos agrícolas, no espaço público, partilhado pelos pessoas, animais e a fauna local, em estreita ligação entre homem, natureza e sagrado. Porém, apesar de toda a vida e o património material e imaterial ainda presentes nesta aldeia, o envelhecimento da sua população, o risco de perda total da característica principal da sua arquitectura (as coberturas de colmo) a degradação do estado de conservação das construções e de infra-estruturas básicas, como água canalizada e instalações sanitárias, são ameaças visíveis à sua continuidade para as gerações futuras.

As intervenções

O conjunto de intervenções que estamos a tentar viabilizar incluem a dotação de infra-estruturas básicas na aldeia (como água canalizada), a melhoria das condições habitacionais (instalação de wc em 3 habitações), a conservação do património arquitectónico (coberturas de colmo, eira comunitária, etc.), a dotação de estruturas de desenvolvimento de actividades económicas (atelier, queijaria tradicional, etc.) e a melhoria do espaço público.

Para conseguirmos realizar estas intervenções que poderão ser estruturantes para dar um futuro a esta aldeia precisamos do apoio de todos.

Contribua, ajude-nos a ajudar!

Facebook Terra Amada

Sobre o promotor

A iniciativa Terra Amada começou em 2012, dentro do Curso de Arquitectura da Universidade Católica de Viseu, com uma equipa organizadora de nove elementos, uma docente e sete alunos do curso de Arquitectura da Católica de Viseu e uma arquitecta da região.

Neste segundo ano, graças ao grande empenho e sucesso da primeira edição, a equipa alargou-se e conta agora com mais seis elementos, todos estudantes de arquitectura, mas incluindo já elementos de outras cidades, nomeadamente, Lisboa. A organização é aberta à participação de todos, desde que se entenda o compromisso e responsabilidade que decorre de um projecto que influi directamente na vida das pessoas.

A motivação de todos os elementos da equipa é aprender, crescer como indivíduo e como profissional, retribuir à comunidade um pouco do que se recebe e contribuir de forma activa e concreta para a conservação e divulgação do património arquitetónico vernacular e para a melhoria das condições de vida das populações mais vulneráveis deste país.

Ação de 2012/2013, Covas do Monte

  • Apoia com
    5€ ou mais

    Agradecimento na página do projeto e no facebook

    20 apoiantes

  • Apoia com
    10€ ou mais

    CD da iniciativa, com registro das diferentes intervenções (imagens e video)

    25 apoiantes

  • Apoia com
    25€ ou mais

    Convite para festa de encerramento + CD da iniciativa

    11 apoiantes

  • Apoia com
    50€ ou mais

    Convite para festa de encerramento dos trabalhos + Almoço + CD da iniciativa

    10 apoiantes

  • Apoia com
    100€ ou mais

    Livro da iniciativa + Convite para a festa de encerramento + Almoço + CD da iniciativa

    6 apoiantes

Sex, 25/09/2020 - 17:55

Dom, 27/04/2014 - 23:08

Pagamento concluído

Os fundos angariados foram transferidos para o promotor

23/04/2014

Campanha terminou

Os fundos foram totalmente angariados com sucesso

Lançamento da campanha

24/01/2014

84 membros da comunidade PPL
apoiam esta campanha

  • 58
    novos apoiantes

  • 26
    apoiantes recorrentes

  • 0
    apoiantes anónimos

Conhece quem está a tornar este sonho realidade