UMBRA #3 - Antologia de Banda Desenhada

UMBRA #3 - Antologia de Banda Desenhada

UMBRA #3!! - 2021 apresenta-se lentamente, mas já corroído pelo passado. Olhar para o futuro não é apenas uma necessidade ou sequer esperança. É uma força. Com a Umbra arra...

  • 717

    angariado

    37% de 1 900€

    28 apoiantes

  • 51 dias

    para apoiar

    Registe-se para seguir esta campanha

  • Esta campanha iniciou-se em 05/04/2021 e só será financiada se angariar um mínimo de 1 900€ até 31/05/2021 - 18:00

UMBRA #3!! - 2021 apresenta-se lentamente, mas já corroído pelo passado. Olhar para o futuro não é apenas uma necessidade ou sequer esperança. É uma força. Com a Umbra arrasta o futuro para o presente.

Capa provisória 1

Alguns de vocês já entraram no universo Umbra. Outros atrevem-se agora. A Umbra é uma publicação antológica de banda desenhada de ficção científica, romance negro, distopia futurista ou apocalíptica. Começámos em 2019 com o primeiro número lançado no Amadora BD a par com uma novela gráfica, o Selva!!!. O número 2 ocorreu em plena pandemia, mas não desistimos e vamos precisar da vossa adesão para continuarmos. Temos um 3º número fortíssimo em preparação. Embarca nesta aventura agora.

Muitos leitores optaram pela pré-venda e até mesmo pela subscrição. A presente campanha de crowdfunding vem apenas consolidar melhor ainda a nossa afirmação junto ao público. 

Neste arranque de campanha, revelamos materiais relativos aos conteúdos do 3º número. 

Mantemos o mesmo formato, as mesmas 112 páginas, em puro preto e branco. E 5 histórias tão reveladoras do nosso tempo como prescientes.

A grande revelação é a história escrita pelo celebrado autor David Soares, que regressa aqui à banda desenhada, com uma fantasia negra absurda, mas possivelmente reflexo das inanidades contemporâneas, com desenho do veterano e editor deste projecto, Filipe Abranches:

 

David Soares e Filipe Abranches, “Intenções Comestíveis; ou Nova Tábua de Cebes”

 

O enredo de “Intenções Comestíveis; ou Nova Tábua de Cebes” desenvolve-se num indeterminado futuro distópico, em que um evento não-especificado aplanou toda a orografia, fazendo desaparecer todas as montanhas e o seu efeito torna difícil a construção de estruturas artificiais elevadas. Neste contexto, um empresário de sucesso emprega a sua fortuna em busca daquilo que poderá ser a última montanha existente, tornando-se esta busca uma obsessão. No entanto, a última montanha apresentar-se-á como um desafio muitíssimo mais perigoso do que se esperava e no seu interior poderá residir o destino dos últimos dias do mundo. Um pesadelo surreal — ou retrato alegórico da actualidade.

Filipe Abranches/David Soares - “Intenções Comestíveis; ou Nova Tábua de Cebes”

Filipe Abranches/David Soares - “Intenções Comestíveis; ou Nova Tábua de Cebes”

   

 

 

Simon Roy, “Naufragado com Dan, o gorila”

 

Um náufrago e um gorila falante estão presos numa ilha. A amizade é sólida, o entretenimento vai sendo descoberto, as surpresas, é conforme. Se houver oportunidade, quem quer abdicar disso? Todavia, Simon Roy parece interessado em perceber a elasticidade dessas relações. O que é mais importante para o demonstrar: estreitar laços ou aceitarmos vontades diferentes?

Simon Roy - “Naufragado com Dan, o gorila”

 

Pedro Moura e Marta Teives, “Dique”

 

Toda a tecnologia está votada à obsolescência. Podemos sonhar com tudo aquilo que ainda está por vir, mas mesmo esses milagres do futuro poderão ser o lixo rejeitado de um outro amanhã mais longínquo. Um produto que não tem mais préstimo económico pode ser resgatado para outros fins. São a consciência e a liberdade alguns desses fins? Um encontro estocástico entre um jovem e um robot.

Marta Teives/Pedro Moura - "Dique"

 

Pedro Moura e Ricardo Baptista, “Weep me not dead”

 

Uma das heranças do Iluminismo é a razão. Uma crença da civilização europeia, industrial e capitalista é de que há um sempiterno e constante progresso, cada vez mais justo e equilibrado. Acreditamos piamente que uma boa sociedade deveria ser presidida pela razão. Organizar a vida de acordo com tal princípio levará seguramente a uma melhor realização do potencial social e moral humano. À felicidade, mesmo. Certo? Certo?

Ricardo Baptista/Pedro Moura - "WeepMeNotDead"

Ricardo Baptista/Pedro Moura - "WeepMeNotDead"

 

Filipe Abranches, “A Torre”

 

Numa narrativa de historiografia alternativa, um elemento das forças de segurança perde-se nas tramas conspirativas que se urdem perto de uma imensa e misteriosa Torre, erguida numa Lisboa dos anos 80 fustigada por uma pandemia e cataclismos climáticos. Um embate furioso entre a ficção especulativa do já amanhã e o delírio sobre os ontens que não chegaram a ser. Ainda. Sob a vigilância da Torre, o suspense...

Filipe Abranches - "A Torre"

 

Capa provisória 2

Sobre o promotor

Filipe Abranches - editor

Filipe Abranches (Lisboa, 1965). Licenciado em Realização pelo curso de Cinema da Escola Superior de Teatro e Cinema (ESTC). Professor no departamento de Ilustração/Banda Desenhada do Ar.Co. Foi docente da ESAP/Guimarães (Escola Superior Artística do Porto – Pólo de Guimarães) entre 2006 e 2008, tendo aí sido o coordenador do primeiro Mestrado em Ilustração do país. Iniciou a actividade em BD na revista LX Comics no início dos anos 90. Foi ilustrador do semanário Expresso e publicou ilustrações em diversos jornais: PúblicoLe Monde (França), O Independente e Jornal I. Destacam-se os seguintes álbuns de banda desenhada publicados: História de Lisboa, O Diário de K. e Solo. Entre 2006 e 2018 foi realizador de animação.

Desde 2019 é o editor do projecto UMBRA, com duas antologias colectivas editadas e uma novela gráfica: SELVA!!!, da sua autoria. Divide o seu trabalho entre a coordenação da editora com Pedro Moura, ao mesmo tempo que produz histórias de BD.

umbralivros@gmail.com https://www.facebook.com/filipeabranches.art

Orçamento e Calendarização

O objectivo da UMBRA para este Nº3 da Antologia é conseguir o valor de 1900€ para a sua produção. A meta ajudar-nos-á a uma tiragem mínima de 500 exemplares.

Vamos a contas mais precisas. A impressão custará 1335,6€, direitos e trabalho dos autores 390€,  os fees das comissões da plataforma serão 175,28€, total: 1900,88€ - 1900€ em contas redondas.

A antologia manterá as características dos dois números anteriores: terá as medidas de 270 mm x 190 mm (altura x largura), será impresso a preto e branco em papel IOR de 120g, capa a cores com 260g e badanas de 80 mm, plastificada. Cadernos cosidos e colados à lombada com vinco à francesa. As mesmas 112 páginas. Preço final PVP: 12,50€.

No que toca às recompensas, como explicitado nessa secção, temos ofertas fixas: prints assinados pelos artistas e originais à escolha em número predefinido. No caso em que os materiais de oferta sejam limitados ao stock disponivel, apontaremos essa diferença. Tentaremos sempre satisfazer os aderentes através dos canais de comunicação.

Todos os envios são gratuitos para o território de Portugal continental. Envios para outros locais serão calculados caso a caso. Contactem-nos para umbralivros@gmail.com

A nossa experiência de pré-vendas é sólida e asseguramos as entregas atempadas com a máxima segurança dos conteúdos. 

O limite da campanha é fins de Maio. A UMBRA chegará com o Verão, quando regressarão também, acreditamos, os eventos, feiras e festivais associados à banda desenhada. Estamos em conversação com um destes certames para o lançamento oficial da Umbra # 3, o mais tardar em Setembro. 

Asseguramos que todos os subscritores receberão as suas cópias antes do lançamento.

Não podemos, porém, esquecer toda a cadeia de produção. Durante os meses de Março e Abril daremos continuidade à divulgação e promoção da nova publicação através das nossas e outras redes sociais, com eventuais streamings e teasers. Em Junho faremos pré-apresentações públicas com autores e editores, já com a maquete do objecto. Em Julho a Umbra é impressa e iniciam-se de imediato os envios aos subscritores e apoiantes. 

Tens 3 meses para apoiar a Umbra # 3 da forma que puderes. A tua é a nossa força!

Acompanha-nos nesta viagem, a par e passo da sua produção.

Mais tarde, poderás juntar-te à festa final, onde ela se concretizar. Traz-nos o teu exemplar e pede um rabisco aos autores em pessoa. 

Contamos contigo, até breve!

Dom, 11/04/2021 - 09:05

Sex, 09/04/2021 - 18:04

Já somos 20

Já chegámos aos primeiros 20 apoiantes. Vamos continuar!

Ter, 06/04/2021 - 15:16

Olá, caros apoiantes. O

Olá, caros apoiantes. O projecto UMBRA #3 quer agradecer aos que nos deram o seu contributo logo no primeiro dia, mas também a todos os que nos seguem. Foram 11 adesões e estamo...

Ler mais

Seg, 05/04/2021 - 14:23

Primeiros cinco apoiantes

Reunimos os primeiros cinco apoiantes. Força!

Lançamento da campanha

05/04/2021

Junta-te a nós para poderes participar nesta campanha. Criar conta

  • Umbra Edições

    Olá, caros apoiantes. O

    Olá, caros apoiantes. O projecto UMBRA #3 quer agradecer aos que nos deram o seu contributo logo no primeiro dia, mas também a todos os que nos seguem. Foram 11 adesões e estamos com 15% dos objectivos da campanha alcançados. Não hesitem em participar. As ofertas e recompensas são limitadas. Em breve notificaremos a comunidade do estado e quantidade dessas recompensas ainda disponíveis. Também nos próximos dias o público ficará a conhecer os 15 originais de Filipe Abranches que estarão incluídos no Piso 4. Até já, com a UMBRA!!

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

28 membros da comunidade PPL
apoiam esta campanha

  • 14
    novos apoiantes

  • 14
    apoiantes recorrentes

  • 2
    apoiantes anónimos

Conhece quem está a tornar este sonho realidade