Aliu, vamos abrir-lhe a visão do mundo através de um computador
PPL Causas

Aliu, vamos abrir-lhe a visão do mundo através de um computador

Vamos todos participar com aquilo que possamos dar para ajudar o nosso amigo Aliu a ter um computador que facilite o uso das ferramentas que existem para cegos.

  • 1150

    angariado

    100% de 1 150€

    14 apoiantes

  • 20/04/2023

    Terminado a

  • Financiado

    Esta campanha foi totalmente financiada

Vamos todos participar com aquilo que possamos dar para ajudar o nosso amigo Aliu a ter um computador que facilite o uso das ferramentas que existem para cegos.

O Aliu como cego precisa de um computador que o ajude a simplificar a sua vida e há um que especificamente se destingue nos usadores que não têm visão - o Mac Book da Apple. Mas para o conseguir o Aliu precisa da ajuda de cada um de nós. Um nadinha a cada um de pode fazer uma gigante diferença na vida do Alio e ele merece tanto, mas tanto esta pequena, grande ajuda. 

Bora lá todos ajudar com o que possam, divulgando a angariação e eu comprometo-me no final, a divulgar fotos e videos do Aliu já a usar este computador que lhe vai permitir estar em contacto com os familiares e amigos, a procurar trabalho, casa, hobbies, etc.

Ninguém pode imaginar a diferença que um objecto destes pode significar na vida de uma pessoa que não vê.

A dirença para um mundo melhor começa dentro de cada um de nós.

A boa energia do Aliu é contagiante

Sobre o promotor

Sobre o Aliu:

"Vivi com o meu pai numa cave que não tinha janelas e tinha apenas um quarto onde eu dormia num colchão no chão."

Aliu Baió, 28 anos. Nascido na Guiné Bissau, país onde viveu até aos 9 anos. Das memórias que me conta uma sobressai: a guerra! "Ansumane Mané e o Nino Vieira disputavam o poder, e na aldeia de Caur em Kinara onde vivia havia sempre tropas em movimentação. Um dia estava com os meus 2 irmãos a brincar na estrada, olhamos e vinha um camião com tropas, com medo fugimos e escondemos-nos numa horta de caju, e infelizmente magoei-me no olho direito que já naquela altura era o olho que via bem. Na aldeia foram fazendo mesinhas mas o meu olho só foi piorando. Desesperado, o meu pai fez um apelo pela rádio nacional para eu poder ser levado para a cidade e ser tratado.

Em Bissau fui operado umas 4 vezes mas os médicos disseram-me que era melhor ir para o estrangeiro.

Em 2005, vim para Portugal com o meu pai e desde essa altura que não vejo a minha mãe e era o meu grande sonho voltar a ver a minha mãe e digo ver pois eu vejo à minha maneira.

Vivi com o meu pai numa cave que não tinha janelas e tinha apenas um quarto onde eu dormia num colchão no chão.

Fui operado no hospital da Estefânia, mas infelizmente deixei mesmo de ver a 100%.

Aos 11 anos comecei a frequentar o centro Helen Keller, onde fui muito bem integrado e aprendi a ler braille, a comer com garfo e faca pois só sabia comer com colher ou à mão.

Aos 14 anos decidi sair de casa do meu pai e fui para uma instituição, foi um choque porque havia lá outras crianças com deficiências cognitivas e a adaptação foi muito difícil.

Tive de recomeçar tudo outra vez e fui sempre o mais velho nas turmas onde estive. Estudei e entrei em psicologia na U. Autónoma onde fiz só 2 anos porque sempre tive dificuldades financeiras e isso também nunca ajudou a que tivesse estabilidade emocional mas gostava muito de acabar o curso.

As vezes sinto uma grande angústia pois não tenho a minha casa e talvez nunca o consiga, se uma pessoa normal que vê por vezes não consegue como é que eu vou conseguir e há dias em que literalmente eu mergulho no escuro. Dou aulas de bateria e tenho as minhas bandas e gostava de poder tocar com músicos como a AUREA, Carolina Deslandes, Bárbara Tinoco, Rui Veloso"

16/1/2023 Miguel A. Lopes

#umestranhopordia

  • Apoia com
    5€ ou mais

    Foto e video do Alio com o seu computador

    Quem quiser ter a certeza de que contribuiu para uma causa verdadeira vai poder acompanhar na página do Aliu foto e video sobre este objetivo, assim ele seja alcançado.

    2 apoiantes

  • Apoia com
    10€ ou mais

    video

    Alio num agradecimento pelo vosso contributo + vídeo do processo de aquisição e uso do dito computador

    15 apoiantes

  • Apoia com
    50€ ou mais

    Video com prestações de musicas do Alio

    Será produzido um vídeo especial acerca das atividades musicais que o Alio tem desenvolvido

    5 apoiantes

Seg, 20/05/2024 - 10:22

Qua, 26/04/2023 - 17:30

Pagamento concluído

Os fundos angariados foram transferidos para o promotor

20/04/2023

Campanha terminou

Os fundos foram totalmente angariados com sucesso

Ter, 28/02/2023 - 00:04

Primeiros cinco apoiantes

Reunimos os primeiros cinco apoiantes. Força!

Lançamento da campanha

24/02/2023

Junta-te a nós para poderes participar nesta campanha. Criar conta

14 membros da comunidade PPL
apoiam esta campanha

  • 6
    novos apoiantes

  • 8
    apoiantes recorrentes

  • 7
    apoiantes anónimos

Conhece quem está a tornar este sonho realidade

  • Anónimo

    09/04/2023 - 18:03

  • Anónimo

    09/04/2023 - 17:59

  • Marta Barata Pina

    08/04/2023 - 18:34

  • Anónimo

    08/04/2023 - 09:22

  • Anónimo

    08/04/2023 - 09:17

  • Daniela Alexandra Rosa Ribeiro

    08/04/2023 - 08:49

  • Anónimo

    07/04/2023 - 07:06

  • Anónimo

    07/04/2023 - 04:38

    boa sorte !

  • Anónimo

    07/04/2023 - 01:11

    Gostei muito da sua atitude no vídeo de apelo aos contributos. Boa sorte!

  • Hugo Araujo

    06/04/2023 - 12:47

    Boa sorte para ti.

  • Anónimo

    03/04/2023 - 16:15

    boa sorte !

  • Anónimo

    03/04/2023 - 09:12

  • Anónimo

    23/03/2023 - 17:57

  • Anónimo

    21/03/2023 - 23:46

    boa sorte !

  • Anónimo

    28/02/2023 - 10:18

  • Ana Elisabete Pires

    28/02/2023 - 09:40

  • Isabel Lopes

    28/02/2023 - 00:04

    Felicidades

  • Anónimo

    27/02/2023 - 08:04

    boa sorte !

  • Margarida Ervedosa

    26/02/2023 - 18:26

  • Isabel neto

    26/02/2023 - 12:45