Campanha para a produção da escultura “A Room of One´s Own”

Campanha para a produção da escultura “A Room of One´s Own”

No âmbito da residência artística na MArt, proponho-me desenvolver uma escultura intitulada "A Room of One's Own", que relacione algumas práticas arquitectónicas e o livro de en...

  • 1968

    angariado

    207% de 950€

    44 apoiantes

  • 01/03/2016

    Terminado a

  • Financiado

    Esta campanha foi totalmente financiada

No âmbito da residência artística na MArt, proponho-me desenvolver uma escultura intitulada "A Room of One's Own", que relacione algumas práticas arquitectónicas e o livro de ensaios de Virgínia Wolf com o mesmo título.

Identificando-me com estas questões (que já foram abordadas no meu trabalho), o ponto de partida foi o uso de fundações para a construção de um edifício. 

Esses elementos e sua função levou-me a pensar numa analogia para a forma como interagimos uns com os outros, uma alegoria para a infra-estrutura necessária para construir, preservar e fundamentar os relacionamentos humanos.

Outra questão que me interessa abordar é o espaço. O espaço é uma noção real e metafórica: o espaço existe como uma entidade material, uma forma de representação e uma construção conceptual e política. O espaço como lugar que permite associações e permite sentimentos de pertença, permitindo um diálogo entre arte e arquitetura, para a reflexão sobre a condição do homem, direccionando os meios de expressão, provocando impressões, experiências, perguntas e sensibilizando o espectador.

Nos ensaios de Virginia Woolf, a autora usa a sala como um símbolo para questões como privacidade, tempo de lazer, a necessidade de um espaço de criação e independência financeira, componentes essenciais das desigualdades de género. Reconhecendo que a arquitetura é estabelecida por sua ocupação e que os aspectos empíricos da ocupação são importantes na construção da identidade, este trabalho tenta cruzar preocupações feministas com temas como "pessoal", o sujeito e subjetividade.

O meu projeto consiste na construção de uma escultura prismática e arquitectónica para apresentar esta leitura de contrastes e criar uma relação de cenário com o espectador. O uso de hastes de madeira induz a referência às fundações e os dois corpos (superior e inferior) representam as dicotomias: Masculino/Feminino, positivo/negativo, luz/sombra, leve/pesado.

A iluminação e seu poder emocional também são explorados, uma vez que constitui um veículo mediador entre o espaço arquitetónico e trabalhos tridimensionais, e enfatiza a importância de integrar a escultura em toda a composição arquitectónica, induzindo o diálogo entre a arte e arquitetura embora cada um mantenha a sua própria autonomia e carácter.

Maqueta 3D

Sobre o promotor

MARIANA DIAS COUTINHO (1978, Lisboa) é artista residente em MArt e no espaço cultural SP121 em Lisboa.

Cursou Desenho e Pintura no Ar.Co (2010/2011) e é licenciada em Conservação e Restauro de Mobiliário pela Universidade Nova de Lisboa. 

Expõe regularmente em Portugal e no estrangeiro e tornou-se um dos rostos da cidade, com intervenções urbanas como “Desassossego” (Rua do Alecrim, Lisboa), “Passeio Literário da Graça” (Arco e Travessa do Monte, Lisboa) ou no Lx Factory, entre muitas outras. Desenvolveu trabalhos como “Sonho muito, durmo pouco”, Fundação PT - Espaço Andrade Corvo, Lisboa (2015), “Vaga Luz”, Casa-Museu Medeiros e Almeida, Lisboa (2015), “Line Stories”, Rolling Stock, London, UK (2014) e "Setenta cavaquinhos, setenta artistas”, Mosteiro dos Jerónimos, Lisboa (2014).

Orçamento e Calendarização

Orçamento: 

 - 185 Perfil Pinho (vara redonda)……………………………………………340,00€ 

 - 2 Bases (corpo superior e inferior) ………………………………………350,00€

 - Furação em CNC......................................………………………………260,00€

Total:                  950,00€

Prazo da campanha: Até 8 de Março de 2016

 

  • Apoia com
    5€ ou mais

    Agradecimento

    Para todos os apoiantes será publicado na minha página de facebook o meu sincero agradecimento.

    30 apoiantes

  • Apoia com
    100€ ou mais

    Serigrafia

    Para apoiantes cuja contribuição seja igual ou superior a 100€ terá direito a uma serigrafia assinada e numerada pela artista (O valor não inclui portes de envio).

    14 apoiantes

Sáb, 31/10/2020 - 08:15

Qui, 03/03/2016 - 12:14

Pagamento concluído

Os fundos angariados foram transferidos para o promotor

01/03/2016

Campanha terminou

Os fundos foram totalmente angariados com sucesso

Lançamento da campanha

03/02/2016

44 membros da comunidade PPL
apoiam esta campanha

  • 35
    novos apoiantes

  • 9
    apoiantes recorrentes

  • 13
    apoiantes anónimos

Conhece quem está a tornar este sonho realidade