A Avó Veio Trabalhar não quer baixar braços, nem pelo COVID.
PPL Causas

A Avó Veio Trabalhar não quer baixar braços, nem pelo COVID.

A Avó não quer baixar braços, nem pelo COVID. Esta pandemia apanhou-a de surpresa e parece que não a quer deixar trabalhar.

A Avó não quer baixar braços, nem pelo COVID. Esta pandemia apanhou-a de surpresa e parece que não a quer deixar trabalhar.

Já desfilou, ensinou a bordar, a serigrafar e até fez máscaras. Agora, a Avó precisa da sua ajuda.

A Avó Veio Trabalhar precisa de ajuda. Sem os habituais workshops presenciais — momentos de aprendizagem mas com alguns beijinhos e abraços pelo meio, as residências criativas pelo país fora, as acções de team building para as empresas, ou os produtos customizados para novos clientes, o projeto de promoção do envelhecimento activo enfrenta agora duras dificuldades e corre mesmo o risco de perder o espaço que lhe serve de casa, no bairro da Penha de França, em Lisboa.

Mas é preciso garantir que as mais de 70 Avós continuem a ter um ponto de encontro e um local para trabalhar. Para isso, nasceu a campanha de crowdfunding “Vamos ajudar a Avó", uma tentativa de atenuar os efeitos da pandemia num dos projectos mais acarinhados da cidade.

O modelo é simples: quem quiser contribuir só tem de escolher um dos patamares de recompensa e demonstrar, assim, todo o seu amor pela Avó. Todos os produtos resultantes têm uma etiqueta com o número de série e a fotografia de quem produz - “She made it for you”. Quem quiser, é claro, pode sempre optar pelo donativo livre.

Ir às compras com a Avó também é sempre uma forma de apoiar o projeto! Das máscaras que pintaram à mão em pleno confinamento às almofadas, passando pelos kits de bordado sobre fotografia, pelos bonecos de pano, este projeto 100% nacional já deu muitas provas de criatividade e está tudo na loja online - www.fermenta.org

Sobre o promotor

Em 2014, a iniciativa começou por juntar duas dezenas de avós. Unidas pelo jeito para técnicas manuais, entre elas o tricot, o croché e o bordado, nasceu A Avó Veio Trabalhar, negócio social alavancado por Susana António, designer, e Ângelo Campota, psicólogo. O design foi a principal ferramenta para proporcionar um envelhecimento activo numa faixa etária acima dos 60 e, ao mesmo tempo, pôr fim à solidão a que muitas destas pessoas estavam votadas.

As luvas bordadas e as almofadas serigrafadas foram as primeiras peças a serem comercializadas. Mas a Avó começou depressa a sair do sofá onde se dedicava aos seus lavores. Desfilou em pleno Chiado, viajou pelo país a dar workshops, divertiu-se em festivais de verão, posou em fato de banho, grafitou murais, preparou biscoitos sugestivos e ensinou os seus netinhos a fazer compras no Jumbo online. Termina o ano de 2015 com o prémio “Melhor ideia do ano”, atribuído pela Time Out. 

Enquanto projecto assente na inclusão, sempre pagou na mesma moeda: em 2016, participou pela primeira vez no Arraial Lisboa Pride e levou um batalhão de avós para a rua, vestido de todas as cores. O carisma e a simpatia tem sido proporcional à qualidade desta mão-de-obra. O talento da Avó já foi requisitado pelo Festival de Cinema de Cannes, pela artista brasileira Mana Bernardes, pelo realizador Jan Beddegenoodts ou pela cantora Mallu Magalhães.

A partir de Lisboa, a Avó galgou fronteiras. Marcou presença na Design Week de Budapest e foi a artista sensação da Duch Design Week. A sobrevivência do projecto está agora nas mãos de várias gerações de netos. É nas mãos deles que está o futuro, destas e das avós que hão-de vir.

Orçamento e Calendarização

Valor = 12000€

O valor da campanha permitirá à Avó manter as portas abertas por mais 12 meses, garantindo, assim, a renda de sua casa e as respectivas despesas fixas, para que ela possa continuar a trabalhar e a arrasar. 

Valor renda / mensal = 900€

Valor despesas fixas (água, luz, internet) = 100€

Tempo da campanha  = 60 dias

 

Sex, 15/01/2021 - 14:49

Ter, 12/01/2021 - 10:24

100% alcançado

CONSEGUIMOS! A campanha alcançou a totalidade do objectivo mas pode continuar a angariar fundos

Seg, 28/12/2020 - 17:22

50% alcançado

A campanha reuniu metade do objectivo. O copo está agora mais cheio do que vazio ;)

Qui, 03/12/2020 - 11:13

Já somos 20

Já chegámos aos primeiros 20 apoiantes. Vamos continuar!

Qui, 03/12/2020 - 07:46

Primeiros cinco apoiantes

Reunimos os primeiros cinco apoiantes. Força!

Lançamento da campanha

02/12/2020

Junta-te a nós para poderes participar nesta campanha. Criar conta

490 membros da comunidade PPL
apoiam esta campanha

  • 345
    novos apoiantes

  • 145
    apoiantes recorrentes

  • 88
    apoiantes anónimos

Conhece quem está a tornar este sonho realidade