SEVERA, o fado de um fado

SEVERA, o fado de um fado

Um projecto para o futuro do fado.

  • 2695

    angariado

    108% de 2 500€

    100 apoiantes

  • 31/03/2015

    Terminado a

  • Financiado

    Esta campanha foi totalmente financiada

Um projecto para o futuro do fado.

O fado e a música clássica cruzam-se em Severa, projecto de Ana Barros e Bruno Belthoise que explora novas abordagens de renovação estética, visual e temática. Tendo recebido o apoio e o carimbo de qualidade do Museu do Fado (o logótipo "Fado  Património da Humanidade"), esta é uma iniciativa que parte da vida de Severa, cantora que “espalhou” o fado por Lisboa na primeira metade do século XIX e que continua hoje a instigar a nossa curiosidade. Com apoio artístico de João Braga, o projecto pretende retratar a história do Fado, ao mesmo tempo que todos os fados têm poemas que retratam a vida da própria Severa.

Até que ponto factos e mitos se misturam na sua biografia?

Nunca se saberá ao certo, mas é indiscutível que o seu percurso de vida tem fascinado historiadores, musicólogos e o melómano comum. Para enfrentar o desafio de dar novas cores a uma história já tão explorada, Ana Barros e Bruno Belthoise contaram com a colaboração da guitarra portuguesa de Miguel Amaral e dos compositores Sérgio Azevedo, Carlos Marecos e Carlos Azevedo, que criaram arranjos, sobre fados tradicionais, para voz e piano.


Severa mereceu a colaboração da Antena 2, do Instituto Camões, do Prof. Dr. Rui Vieira Nery (consultor científico) e, como já foi referido, do próprio Museu do Fado, que desde cedo reconheceu o seu valor. Para além da gravação de um disco, o projecto inclui ainda a realização de concertos.

Ver ainda:

Sobre o promotor

Ana Barros estudou Canto na Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo do Porto, frequentando as classes de Rui Taveira e Fernanda Correia. Foi membro do elenco do Estúdio de Ópera da Casa da Música, onde trabalhou com P. Harrison, L. Marshall e J. Cohen. Contactou ainda com Jill Feldman, Philip Langridge, Gundula Janovic, Laura Sarti e Elisabete Matos. Teve a oportunidade de cantar sob a direcção de José Luís Borges Coelho, Rui Massena, Antonio Saiote, Manuel Ivo Cruz, Martin André, Christoph König, Giovanni Andreoli e Marc Tardue. Apresentou-e no Teatro Rivoli, Casa da Música, Coliseu do Porto,  Fundação Calouste Gulbenkian, São Carlos, São Luiz, Teatro da Trindade e Culturgest. Estreou obras de Vasques-Dias, Côrte-Real, Eugénio Amorim, Fernando Lapa, Carlos Azevedo, Faria Gomes, Chagas Rosa, Sara Carvalho e Alexandre Delgado, entre outros. 

Pianista, escritor e improvisador, Bruno Belthoise é vencedor da Fundação Laurent-Vibert e recebe o Prix de la Fondation de France em 1988. Obteve o Diploma de Execução na École Normale de Musique de Paris em 1989 e foi "Revelação Clássica" ADAMI em 1997. Solista e membro do Trio Pangea, estreou várias obras de compositores como Emmanuel Hieaux, Alexandre Delgado, Bernard de Vienne, Fernando Lapa, Sébastien Béranger ou Sérgio Azevedo. Bruno Belthoise executa um repertório que vai de J. S. Bach até aos compositores contemporâneos. Gravou uma vintena de CDs que acompanham a sua trajectória de intérprete criativo. A sua curiosidade natural levou-o a pôr o seu talento ao serviço dos compositores portugueses do século XX. Na sua carreira tem sido apoiado por instituições como a Fundação Calouste Gulbenkian, o Instituto Camões, o Ministério da Cultura e a Antena 2. 

Miguel Amaral nasceu no Porto em 1982. Iniciou os estudos de Piano com a professora Madalena Leite de Castro com 6 anos. Estudou Guitarra Portuguesa com Samuel Cabral e José Fontes Rocha. Inicia os estudos de guitarra portuguesa com Pedro Caldeira Cabral. Estuda Análise, Harmonia e Contraponto com Daniel Moreira e Composição com Dimitris Andrikopoulos. Das suas mais recentes apresentações como solista, destaca-se o recital na Casa da Música em 2009, e em Outubro de 2011 o recital na Gulbenkian, inserido no festival Prémio Jovens Músicos, com transmissão em directo na Antena 2, onde, para além das suas composições, estreou obras de Mário Laginha, Andrikopoulos, Daniel Moreira e Igor C. Silva. Em 2013 lança Chuva Oblíqua, o seu álbum de estreia. Integra o Novo Trio de Mário Laginha, gravando o disco Terra Seca, no qual assina a peça Fuga para um dia de Sol. Desde 2010 faz parte da orquestra do espectáculo "Sombras" de Ricardo Pais.
 

Orçamento e Calendarização

O CD já se encontra totalmente gravado, bastando o apoio pretendido de 2500€ para a sua duplicação e distribuição, a ser concretizada no espaço de dois meses a partir do fim do programa de financiamento colectivo. Serão organizados vários lançamentos em data a anunciar, um deles no Museu do Fado.

Facebook

  • Apoie com
    3€ ou mais

    Convite para Concerto de Lançamento

    2 apoiantes

  • Apoie com
    10€ ou mais

    Oferta de CD (portes de envio incluídos para Portugal) + Convite para Concerto de Lançamento

    70 apoiantes

  • Apoie com
    30€ ou mais

    Oferta de CD autografado pelos intérpretes (portes de envio incluídos para Portugal) + Convite para Concerto de Lançamento

    10 apoiantes

  • Apoie com
    50€ ou mais

    Oferta de CD autografado pelos intérpretes e pelos arranjadores (portes de envio incluídos para Portugal) + Convite para Concerto de Lançamento

    5 apoiantes

  • Apoie com
    70€ ou mais

    Oferta de CD autografado pelos intérpretes e pelos arranjadores (portes de envio incluídos para Portugal) + Convite para Concerto de Lançamento + Oferta de partituras das peças arranjadas por Carlos Marecos (edição MPMP; portes de envio incluídos para Portugal)

    12 apoiantes

  • Apoie com
    500€ ou mais

    Todas as ofertas anteriores + Menção do apoio no livrete do CD (com possibilidade de publicação de logotipo)

    Ainda sem apoios. Faça o primeiro!

  • Apoie com
    1000€ ou mais

    Todas as ofertas anteriores + Concerto privado oferecido pelos artistas

    Ainda sem apoios. Faça o primeiro!

Dom, 21/07/2019 - 00:12

Ter, 31/03/2015 - 19:06

Pagamento concluído

Os fundos angariados foram transferidos para o promotor

31/03/2015

Campanha terminou

Os fundos foram totalmente angariados com sucesso

Lançamento da campanha

17/02/2015

Junta-te a nós para poderes participar nesta campanha. Criar conta

100 membros da comunidade PPL
apoiam esta campanha

  • 62
    novos apoiantes

  • 38
    apoiantes recorrentes

  • 0
    apoiantes anónimos

Conhece quem está a tornar este sonho realidade