Residência "A Minha Casa"
Giving Tuesday
  • Social
  • Ponte de Lima, Portugal

Residência "A Minha Casa"

O projeto pretende enlaçar apoios para instalar ar condicionado e black outs nos quartos. Dar conforto essencial aos 17 residentes- pessoas com dificuldades intelectuais. Este a...

O projeto pretende enlaçar apoios para instalar ar condicionado e black outs nos quartos. Dar conforto essencial aos 17 residentes- pessoas com dificuldades intelectuais. Este apoio é imprescindível para a qualidade de vida. Contamos Consigo!

“As estruturas residenciais para pessoas com deficiência apesar de uma evolução significativa, ainda se encontram pouco viradas para novos modelos de intervenção, que privilegiem um projeto institucional dinamizador, orientador e respeitador dos projetos individuais dos residentes.” (Armando Leandro, 2005)

Nirje (1972) defendia a necessidade de criar condições para que a pessoa com uma qualquer dificuldade fosse tratada com respeito, levando em consideração as suas opiniões, escolhas e aspirações em qualquer decisão que a afetasse. Este trabalho faz mostra de que não existe Projeto Pessoal de Vida sem tomada de decisão, sem avaliação do próprio, onde os ganhos e perdas constituem produtos do percurso individual e assumem parte integrante da história, onde o Eu assume o poder de decidir sobre si.

O direito de todos os residentes a “(…) um projeto de vida que potencie as suas capacidades e os valorize como indivíduos.”, é também um conceito defendido no Manual de Boas Práticas (Armando Leandro, 2005).

A residência, tendo o residente como alvo da sua ação, deve ser uma casa com características e com um modelo de organização própria que o distingue de outros modelos.

Pretende-se que esta casa, constitua um espaço de partilha, companheirismo, respeito, onde os valores e princípios emerjam de uma construção dinâmica conferindo-lhe carácter e autenticidade

Não há só uma escolha. Pretende-se que o cariz da casa seja construído, numa criação onde os residentes assumam um papel ativo, atribuindo ao espaço significado e o verdadeiro sentido de pertença. Para que se vá ao encontro dos projetos de vida de cada residente é imperativo que esta criação seja promovida num ambiente de liberdade, onde o aconchego, o conforto e a proteção se enlacem na individualidade de cada um, promovendo o bem-estar e respeito entre todos.

Com este projeto pretendemos enlaçar apoios para instalar equipamentos de aquecimento (ar condicionado), e colocar black outs nos quartos da residência, de forma a trazer conforto essencial aos 17 residentes.

O aquecimento, bem como a mobília revelam-se imprescindíveis para a qualidade de vida.

A APPACDM de Viana do Castelo é uma instituição de solidariedade social, sem fins lucrativos que não consegue, por si só, e sem apoios de empresas e da comunidade em geral, fazer face a estas despesas.

Contamos Consigo para apoiar a nossa causa  e trazer conforto e aconchego à "Minha Casa"!

Sobre o promotor

A Delegação de Ponte de Lima da APPACDM de Viana do Castelo iniciou a atividade em 1999 na vila de Ponte de Lima. A APPACDM  é uma instituição que dá resposta a pessoas com dificuldades intelectuais e às suas famílias. Esta delegação tem uma equipa multidisciplinar de profissionais das mais variadas áreas: auxiliares ocupacionais, auxiliares de serviços gerais, monitores, ajudantes de ação direta, psicologa, professor de educação física, terapeuta ocupacional, terapeuta da fala, ceramista, sendo a figura da direção técnica das 3 valências (centro de atividades ocupacionais, centro de formação profissional e lar residencial) uma profissional com mais de 30 anos de experiência e com formação base na terapia ocupacional. Esta equipa de profissionais tem colaboradores com muitos anos de experiência  e outros que com menos anos de experiência na área aceitaram o desafio enlaçados pelo dinamismo e motivação da equipa, que se reveem nos vários projetos levados a cabo por esta delegação, na sua maioria com a participação da comunidade a nível local e nacional. Esta equipa apresenta um trabalho dinâmico e inovador na área das dificuldades intelectuais, em constante formação pessoal e profissional. Aposta na intervenção pelas artes plásticas e performativas, com manisfestações artísticas na comunidade através do espaço "Estúdio das Artes" e da Companhia de Artes Performativas Em Movimento. Com este mesmo dinamismo e empenho e paixão esta equipa abraçou a Residência como mais uma valência, apostando em torná-la uma verdadeira casa para quem lá reside.

Orçamento e Calendarização

Climatizar as áreas com pré instalações já existentes, com equipamento de ar condicionado do tipo INVERTER  da marca MITSHUBISHI / DAIKIN. = TOTAL DE 13742.02 EUROS (MAIS TAXA DE IVA EM VIGOR)

Fornecimento e aplicação de tela Black-Out com as dimensões de 2mts de comprimento e 2,70mts de altura, na cor branca, de abertura manual. (2 rolos por quarto para 4 quartos)= 4 665,60 €

O valor angariado permitirá, pelo menos a colocação dos black outs até final de janeiro de 2020.

Sex, 06/12/2019 - 08:28

Lançamento da campanha

27/11/2019

2 membros da comunidade PPL
apoiam esta campanha

  • 2
    novos apoiantes

  • 0
    apoiantes recorrentes

  • 0
    apoiantes anónimos

Conhece quem está a tornar este sonho realidade