Apoiar o desenvolvimento da Rede Nacional de Cicloturismo

Apoiar o desenvolvimento da Rede Nacional de Cicloturismo

As viagens em bicicleta são uma das actividades turísticas e de lazer em maior crescimento no país. Dadas as grandes mudanças que enfrentamos hoje, esta é uma forma divertida de...

  • 2805

    angariado

    56% de 5 000€

    61 apoiantes

  • 19 dias

    para apoiar

    Registe-se para seguir esta campanha

  • Esta campanha iniciou-se em 29/05/2020 e só será financiada se angariar um mínimo de 5 000€ até 28/07/2020 - 18:00

As viagens em bicicleta são uma das actividades turísticas e de lazer em maior crescimento no país. Dadas as grandes mudanças que enfrentamos hoje, esta é uma forma divertida de descobrir o país, amiga do ambiente e que promove um melhor bem estar físico e psíquico.

Pretende-se com esta campanha financiar a identificação de 500 novos quilómetros de estradas com reduzido tráfego automóvel - bem como ciclovias, ecovias e ecopistas quando existentes - por forma a contribuir para uma maior coesão territorial, englobando na rede mais percursos na zona norte do país.

Como se pode verificar no Mapa Geral da Rede Nacional de Cicloturismo, a zona norte do país tem ainda um reduzido número de rotas identificadas. 

   Desta forma, contribuindo em simultâneo para o crescimento da Rede Nacional de Cicloturismo - projecto totalmente privado e em desenvolvimento desde 2011 - pretende-se identificar mais rotas nas províncias do Minho, Trás-os-Montes e Alto Douro, Beira Alta e Beira Litoral tendo em vista uma maior e melhor distribuição territorial de turistas em bicicleta, trazendo-os do litoral e do sul (mais saturados) e levando-os a pedalar por estas regiões fortemente afectadas pela desertificação humana.

   Contribui-se assim para que estas províncias possam ver as suas vilas e cidades visitadas por adeptos das viagens de longa distância em bicicleta, actividade turística cada vez mais praticada por portugueses e estrangeiros no nosso país.

   Estes 500 km deverão representar cerca de 10 novas secções da rede, com cerca de 50 km cada, e deverão ser identificados nas zonas do Gerês e Galiza, Ponte da Barca, Chaves, Vila Real, Guarda, Aveiro e Tomar.

   Mais informação sobre a Rede Nacional de Cicloturismo aqui.

Sobre o promotor

   Nascido em 1973 numa pequena aldeia da Beira Alta, Paulo Guerra dos Santos vive em Lisboa desde o seu primeiro ano de idade.
   Formado em Engenharia Civil pelo ISEL, especializou-se em Projectos de Vias de Comunicação e Transportes. Desde 1995
realiza projectos, com forte recurso a tecnologias de desenho e engenharia assitidos por computador, nas áreas de Topografia e  Estradas.
   Tem ainda uma segunda área de formação, Robótica Industrial, onde trabalhou e ministrou formação durante grande parte da década.
de 1990 e inícios de 2000.
   No verão de 2010 parou a sua actividade profissional durante 4 meses e fez uma viagem épica: 100 dias de bicicleta em Portugal Continental, aventura registada diariamente no blogue da viagem.

   Estes conhecimentos, aliados à experiência e paixão pelas viagens em bicicleta, têm vindo a ser utilizados para identificar a Rede
Nacional de Cicloturismo
 e levá-la até outros viajantes sob a forma de um roteiro com mapas detalhados e trilhos GPS para
serem utilizados como guia de viagem. Em 2019, o Road Book conta já com 123 secções e respectivos mapas totalizando a rede 5283 km de rotas identificadas.

​​   O autor desenvolve a solo todo o projecto da Rede Nacional de Cicloturismo.

​   A sua maior ambição? Poder um dia vir a pedalar em Marte. Ou na Lua, vá.

Orçamento e Calendarização

ORÇAMENTO

Os fundos pretendidos - para identificar estes 500 novos km - servem para suportar os custos das diversas viagens em bicicleta a realizar pelas zonas a identificar bem como custos com estadias, alimentação, deslocação para os locais (preferencialmente de comboio, sempre que exista esta opção), material de desgate tais como câmaras de ar e pneus, e todo o trabalho de gabinete na criação do roteiro turístico em PDF com os mapas e informação técnica, bem como construção dos tracks GPS para navegação por satélite.

Estima-se que, em média, o custo de georreferenciação de rotas e construção do roteiro turístico ronde os 10€ por quilómetro. Daí os 5000€ para identificar cerca de 500 km. Talvez mais alguns até (mas isso é surpresa, shiu!).

 

CALENDARIZAÇÃO

Junho e Julho 2020 (60 dias) - Campanha de angariação de fundos;
Agosto 2020 - Trabalho de gabinete para pesquisa, definição e preparação das novas rotas a identificar;
Setembro e Outubro 2020 - Trabalho de campo com sucessivas viagens em bicicleta pelas rotas a identificar para validação de percursos e pontos de interesse natural e patrimonial, captação de fotos, gravação de tracks GPS, obtenção de dados técnicos como altitudes e inclinações, etc.;
Novembro 2020 - Desenho dos mapas e dos tracks finais de GPS, para cada uma das novas secções;
Dezembro de 2020 - Envio das novas secções para todos os apoiantes da campanha;

Nota: para apoiantes cujo donativo seja igual ou superior a €50, será oferecido o Road Book 2021 por completo, com as actuais secções já identificadas da Rede Nacional de Cicloturismo bem como as novas, a identificar com esta campanha. Estima-se que o Road Book 2021 esteja disponível durante o primeiro trimestre do próximo ano.

Qui, 09/07/2020 - 18:13

Ter, 16/06/2020 - 17:26

50% alcançado

A campanha reuniu metade do objectivo. O copo está agora mais cheio do que vazio ;)

Seg, 08/06/2020 - 16:27

Obrigado caros viajantes em

Obrigado caros viajantes em bicicleta! Alcançámos os 40% em apenas 1 semana. Ainda mal a campanha de angariação de fundos começou e já ultrapassou os 2000€ de donativos. ...

Ler mais

Sáb, 30/05/2020 - 21:48

Primeiros cinco apoiantes

Reunimos os primeiros cinco apoiantes. Força!

Lançamento da campanha

29/05/2020

Junta-te a nós para poderes participar nesta campanha. Criar conta

  • Paulo Guerra dos Santos

    Obrigado caros viajantes em

    Obrigado caros viajantes em bicicleta!
    Alcançámos os 40% em apenas 1 semana.

    Ainda mal a campanha de angariação de fundos começou e já ultrapassou os 2000€ de donativos.

    Ainda falta muito até ao final de Julho, mas cada dia conta para o sucesso desta campanha.
    Por isso, se possível, partilhem a campanha juntos dos vossos familiares e amigos.

    Votos de boas pedaladas.
    Até breve.

    Paulo guerra dos Santos

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

61 membros da comunidade PPL
apoiam esta campanha

  • 23
    novos apoiantes

  • 38
    apoiantes recorrentes

  • 2
    apoiantes anónimos

Conhece quem está a tornar este sonho realidade