Dare to Care - Grupo de Operações Humanitárias
PPL Causas

Dare to Care - Grupo de Operações Humanitárias

Um grupo de voluntários estão em Indomie - Grécia para trabalhar para os refugiados.

  • 653

    angariado

    32% de 2 000€

    19 apoiantes

  • 12/04/2016

    Terminado a

  • Terminado

    Este projecto não conseguiu reunir os apoios necessários.

Um grupo de voluntários estão em Indomie - Grécia para trabalhar para os refugiados.

"Foi bom? Gostaram?" - As pessoas perguntam uma e outra vez, sem ter noção do que isso me faz sentir no estômago. É como um soco no rosto. Eu fico em silêncio por um tempo, opto por uma respiração profunda e quero ser aquela pessoa que realmente sou, e como me sinto, mas não sei melhor, escolho as palavras erradas.

Bem-vindo ao inferno, foi o que eles nos disseram, e aprender rápido. E nós aprendemos rápido.

Todas as noites fecho os olhos pensando quantos comboios apareceram hoje? Quantos grupos chegaram? Há roupas suficientes? Quem está a falar com eles sobre as suas opções? Quem está compartilhando as histórias para que não fiquem esquecidas? Estou de volta ao meu pequeno País, que eu amo, à minha pequena vida, e tudo parece vazio, porque eu aprendi rápido. Eu aprendi rápido.

"Foi bom? Gostaram? "- Respire. Apenas respire. Todos os rostos passam novamente na minha frente, e novamente. Os nomes, estou confuso sobre os nomes. Penso que o casal afegão, eles carregavam um bebê, 7 meses menina, eles não querem nada para si ", mas a irmã, por favor, se você poderia nos dar roupas limpas para o bebê. Desculpe perguntar, mas está suja por causa da colcha. Irmã por favor. ".

A menina não estava um pouco suja, era como se todas as suas roupas se tivessem transformado em algo encardido. Ela veio assim desde a Grécia porque não havia roupa para ela em Idomeni. Estava a chorar. A mãe chora. O pai anda com a cabeça para baixo. Eles pedem-nos desculpa. Eles apenas nos pediram roupas limpas. Eles pedem-nos desculpa.

"Foi bom? Gostaram? "- Eu vejo a primeira família que eu conheci, da Síria, dois irmãos viajar com esposa e filhos, dois cada. "Irmã, desculpe, você pode nos dizer quando o comboio virá?" - "Nós nunca sabemos, meu irmão, você só tem que esperar aqui até as chamadas dos polícias para a linha.". Nós esperamos juntos por um tempo, ele contou-me a sua história, como ele vendeu sua vida para fugir da guerra, como ele nunca vai voltar, porque tudo o que ele amou uma vez é agora o testemunho do pesadelo. Digo-lhe sobre Portugal, Espanha, Holanda, ele está confuso, eles pensam que apenas Alemanha e Bélgica estão a receber pessoas. "Por que não há informação? Por que não existem pontos de informação em cada campo, assim saberíamos melhor? Por que não falam connosco como nós? ". Eu olho para baixo sentindo vergonha do meu primeiro mundo Europa, ele entende, e ele diz que lamenta. Ele diz que lamenta, pois esperava um tratamento humano. Ele lamenta.

"Foi bom? Gostaram? "- Não. Eu entendo a confusão na cabeça das pessoas. Eu faço. Eu me forço a aceitar esta pergunta. Mas deve saber em seu coração: Isso me deixa doente. Isso me faz querer gritar consigo. Faz-me sentir envergonhado. Não foi bom. Não há nada para desfrutar do mesmo. Mas o meu coração e alma estavam ali, e, portanto, tenho de voltar, porque quando vemos, não podemos ignorar.

Campo de tendas

Sobre o promotor

Paulo Leão - 44 anos - Empresário há 23 anos - com a empresa para gerir, deixa empresa e família para ajudar os necessitados.  Já foi para a Croácia, Eslovénia e Áustria em missão humanitária. Mas ainda quer ajudar mais.

Ana Perpétuo - 43 anos - Assistente Social por 14 anos - Entre diferentes projectos em curso, dentro do seu campo de trabalho habitual, encontrou o espaço para voltar e ficar mais tempo.

Ângela Marques - 31 anos - Publicidade e Comunicação Professional há 8 anos - Sai do trabalho para ser capaz de voltar.

Marta Canete - 38 anos - enfermeira há 7 anos - passando por um momento difícil, tentando conciliar todas as férias e dias de folga do ano para voltar e ficar, tanto quanto possível.

Hugo Caldeira - 32 anos - O ex-auxiliar de enfermagem e assistente administrativo em Hospital há 10 anos - Pediu para uma licença sem vencimento, a fim de permanecer por um período mais longo.

Orçamento e Calendarização

Na nossa primeira viagem a Gevgelija, com uma ONG Portuguesa, juntámos 9500€ que foram gastos em luvas, casacos de inverno, alimentos e calçado.

Essa grande quantidade era pequena para uma semana...vamos agora por nós mesmos, com apenas o suficiente para uma viagem simples, um lugar para dormir e algo para comer. Precisamos de ajuda, não para financiar uma estadia turística, mas para apoiar as necessidades essenciais e, acima de tudo, para comprar sapatos e roupas que são preciosas cada um e todos os dias no acampamento. Então, não podemos quantificar um orçamento, nós pedimos, tanto quanto possível, para nos confiar e acreditar, cada centavo vai fazer uma diferença enorme lá!

  • Apoia com
    1€ ou mais

    Um agradecimento

    Um e-mail da equipe de GO Humanitária.

    15 apoiantes

  • Apoia com
    50€ ou mais

    Chapéu GOH

    Um chapéu da GO Humanitária.Oferta dos portes de envio para Portugal.

    7 apoiantes

Qui, 23/05/2024 - 19:48

Qua, 20/04/2016 - 17:40

O nosso objectivo foi alvançado.

Apesar do Crowdfounding promovido pela GOH para ajudar os refugiados estacionados em Idomeni (Grécia) apenas ter angariado 653€. É graças a um donativo anónimo que informamos qu...

Ler mais

Qua, 20/04/2016 - 17:15

Pagamento concluído

Os fundos angariados foram transferidos para o promotor

12/04/2016

Campanha terminou

Não se reuniu a totalidade dos fundos

Lançamento da campanha

12/02/2016

Junta-te a nós para poderes participar nesta campanha. Criar conta

  • Paulo Leão

    O nosso objectivo foi alvançado.

    Apesar do Crowdfounding promovido pela GOH para ajudar os refugiados estacionados em Idomeni (Grécia) apenas ter angariado 653€. É graças a um donativo anónimo que informamos que fizemos a transferência de 2.000€ para os voluntáros que no local ajudam a minimizar as carências destes fugitivos da guerra.
    Obrigado a todos os doadores!
    https://www.facebook.com/196100997399133/photos/a.212829282392971.107374...

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

  • Tiago Cipriano Pires

    Qual a relação desta campanha com a anterior DARE TO CARE?

    Não é claro para mim qual a relação desta campanha com outra anterior (que eu até apoiei) chamada 'DARE TO CARE - OUR WAY BACK TO THE CAMP!'.
    O texto é praticamente o mesmo, mas agora o autor desta campanha adicionou o nome dele ao dos outros promotores. Se isto é o mesmo grupo porque é que a campanha anterior não é mencionada de todo? Gostava de ver isto esclarecido antes de poder apoiar.

    Obrigado.

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

  • Paulo LeãoTiago Cipriano Pires

    Relação com anterior campanha.

    Boa noite. Esta campanha assume o mesmo discurso e modelo porque os intervenientes são os mesmos, porem com mais reforços, e os destinatários da campanha também - os refugiados que chegam à Grécia. A campanha anterior é mencionada apenas no titulo porque ainda está a decorrer o trabalhos dos voluntários no terreno. Pode acompanhar em https://www.facebook.com/GO-Humanitarian-Grupo-de-Opera%C3%A7%C3%B5es-Hu...
    Agora estamos a formar mais uma equipa para reforço e substituição da que já está a trabalhar na Grécia.
    Desde já gratos pelo donativo anterior e até breve :-)

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

  • Tiago Cipriano PiresPaulo Leão

    Relação com anterior campanha

    Boa tarde,

    Obrigado pelo esclarecimento. Entretanto também estive em contacto com uma das pessoas da campanha anterior que me explicou qual a relação com o GO-HGO. Dado que estou esclarecido irei apoiar a campanha agora.

    Boa sorte!
    Tiago

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

19 membros da comunidade PPL
apoiam esta campanha

  • 7
    novos apoiantes

  • 12
    apoiantes recorrentes

  • 9
    apoiantes anónimos

Conhece quem está a tornar este sonho realidade

  • Ana Cardoso

    06/04/2016 - 14:02

  • Gonçalo Coelho

    05/04/2016 - 19:23

  • Anónimo

    05/04/2016 - 12:45

    Bem-Hajam pela Vossa Ajuda :)

  • Anónimo

    04/04/2016 - 12:32

  • Luisa Ramos Crick

    02/04/2016 - 10:28

    GOH, obrigada pelo trabalho. o apoio em Idemeni é essencial

  • Anónimo

    29/03/2016 - 11:18

  • Cláudia Rosa

    25/03/2016 - 11:37

  • Michaela Preiss

    24/03/2016 - 19:48

    Obrigada aos voluntários que estão em Idomeni pelos esforços humanitários.

  • Anónimo

    24/03/2016 - 09:23

    Bem-Hajam pela Vossa Ajuda

  • Raquel Mar Caetano

    16/03/2016 - 10:10

  • Joao Miguel Tavares

    07/03/2016 - 20:06

    Força

  • Tiago Cipriano Pires

    29/02/2016 - 17:11

  • Anónimo

    25/02/2016 - 16:56

  • Anónimo

    25/02/2016 - 12:23

  • Anónimo

    24/02/2016 - 16:52

  • Hugo Henriques

    24/02/2016 - 14:28

  • Sofia Rodrigues

    24/02/2016 - 12:13

    Bem-Hajam pela Vossa Ajuda :)

  • Anónimo

    22/02/2016 - 16:20

  • Anónimo

    18/02/2016 - 13:41

  • Anónimo

    15/02/2016 - 18:01