Alcindo: documentário sobre caso Alcindo Monteiro

Alcindo: documentário sobre caso Alcindo Monteiro

Há um ano começámos a rodar uma longa-metragem documental sobre o caso Alcindo Monteiro. Este documentário é feito com muito trabalho voluntário e colaborativo, mas para que sej...

  • 11454

    angariado

    115% de 10 000€

    365 apoiantes

  • 17 dias

    para apoiar

    Registe-se para seguir esta campanha

  • Esta campanha iniciou-se em 05/05/2021 e só será financiada se angariar um mínimo de 10 000€ até 30/06/2021 - 18:00

Há um ano começámos a rodar uma longa-metragem documental sobre o caso Alcindo Monteiro. Este documentário é feito com muito trabalho voluntário e colaborativo, mas para que seja pós-produzido necessita do vosso apoio.

*** CAMPANHA FINANCIADA, NOVO OBJETIVO! ***
Quando lançámos a campanha de fundos não esperávamos uma tão rápida adesão e contribuição. Mais ou menos em 10 dias conseguimos chegar ao montante de uma campanha que se propunha a ter dois meses. Nesta campanha focamo-nos em orçamentar o essencial para a finalização do filme, mas há ainda uma série de trabalhos e gastos que sabemos que vamos ter com a promoção e distribuição do filme. Deixaremos a campanha aberta mais algum tempo, sendo que tudo o que vier a mais do que a meta proposta será direcionado para estas despesas. Todas as contribuições continuarão a ser essenciais para que o filme chegue mais longe!


 

Sinopse
A 10 de Junho de 1995, sob o pretexto múltiplo de celebrar o Dia da Raça e a vitória para a Taça de Portugal do Sporting, um grupo volumoso de etno-nacionalistas portugueses sai às ruas do Bairro Alto para espancar pessoas negras que encontra pelo caminho. O resultado oficial foram 11 vítimas, uma delas mortal, cuja trágica morte na Rua Garret atribui o nome ao processo de tribunal - o caso Alcindo Monteiro. Este é um documentário sobre uma noite longa - uma noite do tamanho de um país.


Campanha
Há cerca de um ano que começámos a produção de uma longa-metragem documental sobre o caso Alcindo Monteiro. Este evento traumático da história de Lisboa, sobretudo para as pessoas negras do país, continua banhado sobre um silêncio ensurdecedor – um silêncio, convenhamos, conivente com o fascismo e as suas múltiplas expressões.

Comprometido com a luta contra o esquecimento desta memória, o documentário foi filmado com muitas horas trabalho voluntário e colaborativo, tendo como única meta a necessidade de registar esta história.

Por isso pedimos este apoio a quem, como nós, quer ver este documento terminado!

Sobre o promotor

Ficha Técnica
Realização e Argumento: Miguel Dores
Pesquisa e Entrevistas: Beatriz Carvalho, Miguel Dores
Direcção de Fotografia: Filipe Casimiro
Montagem: André Mendes, Miguel Dores
Produção: João Afonso Vaz
Produtora: Maus da Fita
Apoio Institucional: SOS Racismo

 

Descrição do projeto

Este trabalho documental nasce do projeto de mestrado de Miguel Dores em Antropologia Visual. Com o tempo, a importância de contar esta história transformou este projeto de mestrado numa longa-metragem documental com pretensões maiores do que uma publicação académica.

Hoje, a 25 anos de distância do caso Alcindo Monteiro, no país com a mais longa tradição colonial da Europa, os conflitos raciais parecem não perder a sua plena atualidade - os casos do Kuku, da esquadra de Alfragide, do Bairro da Jamaica, do Giovanni, da Claúdia Simões, Bruno Candé -, são apenas exemplos de uma conta não saldada.

O discurso comum pende, ainda assim, para o velho mito “dos brandos costumes”. A expressão máxima dessa continuidade é o próprio dia 10 de Junho, o Dia de Portugal, Camões e das Comunidades Portuguesas, incluído num sistema de revisitação solar do colonialismo e da vocação ecuménica de Portugal. Por isso o documentário trabalha este evento genocida não como um espontaneísmo apolítico, ou um fenómeno hooligan importado da Europa, mas como consequência de um processo social.

O documentário aproxima-se deste evento a partir de vários camadas de memória, às quais correspondem diferentes dispositivos de produção documental: (i) memórias de entes-queridos de Alcindo; (ii) memórias e problematizações de jovens negros/as sobre racismo em Portugal nos anos 90; (iii) arquivos audiovisuais, imprensa escrita e gráfica sobre violência racial nos anos 90, vídeos caseiros, panfletos, documentos judiciais, revistas políticas; (iv) entrevistas e performances de militâncias dos movimentos anti-racista e anti-fascista; (v) observação de matrizes coloniais presentes na geografia da cidade de Lisboa; (vi) observação de mobilizações sociais contemporâneas.

O documentário Alcindo não possui qualquer intenção de ser relato persecutório centrado na violência neo-nazi. Pelo contrário, o filme procura antes de tudo ser uma homenagem àqueles que resistem e àqueles que caem, e que nessa homenagem ilustra a estruturalidade de um conflito.

Todos os interlocutores do filme são escolhidos pela sua relação orgânica com o caso Alcindo Monteiro (familiares, advogados, colegas de trabalho de Alcindo, amigos, pessoas que estavam no Bairro Alto nesse dia, pessoas que começaram a participar na política neste momento, etc) e constituirão os seus depoimentos em torno da sua trajetória de vida.

Orçamento e Calendarização

Orçamento
Finalização imagem (corte final, color grading, motion graphics, direitos de imagem, etc) - 5.050€
Finalização audio (mistura de som, sonoplastia) - 2.200€
Aluguer de estúdio + equipamento - 2.000€
Custos de Produção - 750€
Custo Total: 10.000 euros

Calendarização
Edição final - Maio / Junho / Julho
Pós-produção imagem -   Julho / Agosto
Pós-produção som - Julho / Agosto
Estreia – Outubro


 

Seg, 14/06/2021 - 01:40

Sáb, 15/05/2021 - 21:47

Alcindo - campanha financiada!

Muitíssimo obrigado por todas as 313 pessoas que contribuíram para que esta história seja contada! Chegámos à meta de angariação proposta! Quando lançámos a campanha de fundo...

Ler mais

Sex, 14/05/2021 - 22:13

100% alcançado

CONSEGUIMOS! A campanha alcançou a totalidade do objectivo mas pode continuar a angariar fundos

Sex, 07/05/2021 - 13:47

50% alcançado

A campanha reuniu metade do objectivo. O copo está agora mais cheio do que vazio ;)

Qui, 06/05/2021 - 00:26

Já somos 20

Já chegámos aos primeiros 20 apoiantes. Vamos continuar!

Qua, 05/05/2021 - 12:15

Primeiros cinco apoiantes

Reunimos os primeiros cinco apoiantes. Força!

Lançamento da campanha

05/05/2021

Junta-te a nós para poderes participar nesta campanha. Criar conta

  • Miguel Dores

    Alcindo - campanha financiada!

    Muitíssimo obrigado por todas as 313 pessoas que contribuíram para que esta história seja contada! Chegámos à meta de angariação proposta!

    Quando lançámos a campanha de fundos não esperávamos uma tão rápida adesão e contribuição. Mais ou menos 10 dias conseguimos chegar ao montante de uma campanha que se propunha a ter dois meses. Nesta campanha focamo-nos em orçamentar o essencial para a finalização do filme, mas há ainda uma série de pequenos trabalhos e gastos que sabemos que vamos ter com a promoção e distribuição do filme. Entre estas encontram-se: inscrição do filme em festivais, design e impressão de cartaz, realização de cópias do filme, legendagem, press kit, impressão de t-shirt's e totebags, gastos de transporte para promoção do filme a nível nacional. Todos os apoios continuarão a ser fulcrais para que este filme chegue mais longe!

    Deixaremos a campanha aberta para o efeito mais algum tempo, sendo que tudo o que vier a mais do que a meta proposta será direcionado para os gastos anunciados.

    Aguardem comunicação e indicação da data de estreia do filme ;)

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

365 membros da comunidade PPL
apoiam esta campanha

  • 232
    novos apoiantes

  • 133
    apoiantes recorrentes

  • 71
    apoiantes anónimos

Conhece quem está a tornar este sonho realidade