“VIVER AQUI DÁ PICA!”

“VIVER AQUI DÁ PICA!”

“VIVER AQUI DÁ PICA” é um projeto de descoberta, recolha, promoção e divulgação de manifestações do património imaterial de Fornos de Algodres, abraçado pela Confraria da Urtig...

  • 2512

    angariado

    100% de 2 500€

    56 apoiantes

  • 31/12/2015

    Terminado a

  • Financiado

    Esta campanha foi totalmente financiada

“VIVER AQUI DÁ PICA” é um projeto de descoberta, recolha, promoção e divulgação de manifestações do património imaterial de Fornos de Algodres, abraçado pela Confraria da Urtiga e dinamizado pelo Grupo de Cantares de Fornos de Algodres.

O Grupo nasceu em fevereiro de 2003 como Grupo Etnográfico da Casa do Pessoal da Camara Municipal de Fornos de Algodres encontrando na música um veículo privilegiado de aproximação às pessoas e às suas raízes. 

“Sei de um saco de cantigas” foi o nome dado ao seu primeiro álbum, editado em 2012.

Atualmente o Grupo de Cantares de Fornos de Algodres é constituído por 20 elementos que partilham o gosto pela musica portuguesa, em particular, pela musica popular portuguesa e pela suas raízes, que, em Fornos de Algodres - “Capital da Urtiga” - são de natureza urticante.

Durante cerca de um ano o Grupo de Cantares percorreu cada uma das localidades do território concelhio em busca de preciosidades do cancioneiro local reunindo um conjunto de 16 canções antigas que funcionaram ou, que ainda hoje funcionam, como uma espécie de “hinos” de cada aldeia e, com elas, encheu o peito de força para a produção do seu segundo álbum intitulado “Património Cantado”, inteiramente dedicado a Fornos de Algodres.

Com esta campanha o Grupo de Cantares quer obter um financiamento de €2.500, (até 31 de dezembro) para produzir a duplicação do álbum “Património Cantado” que já está integralmente gravado e, para produzir material promocional de pura fibra de urtiga, com que o Grupo pretende recompensar os seus apoiantes.

Apoios com 5€ serão recompensados com CD “Património Cantado “em formato físico (portes de envio incluídos, para Portugal); apoios com 10€, ou mais, serão recompensados com CD “Património Cantado “em formato físico (portes de envio incluídos, para Portugal) + Porta chaves “folha de urtiga", em ramie”, sendo ambos artigos exclusivos a apoiantes.

Como se nos tivessem mandado às urtigas, nós fomos, e, em associação com os Trabalhadores da Urtiga (bem podias ser T.U.!), percorremos cantos e recantos das Terras de Algodres, ao encontro das suas gentes e das suas raízes, à descoberta de sons perdidos, cantigas simples, feitas de palavras que invocam a beleza do território e glorificam a história e as tradições locais e que são,afinal,genuínas formas de afeto e de admiração de cada individuo à sua terra natal.Nesta demanda de preciosidades do cancioneiro local percorremos cada uma das localidades do território concelhio, reunindo um conjunto de 16 canções antigas que funcionaram ou, que ainda hoje funcionam, como uma espécie de “hinos” de cada aldeia e, com elas, enchemos o peito de força para a produção de um álbum inteiramente dedicado a Fornos de Algodres.

Viver aqui dá pica” é um projeto de descoberta, recolha, promoção e divulgação do nosso património imaterial, abraçado pela Confraria da Urtiga e dinamizado pelo Grupo de Cantares de Fornos de Algodres que precisa de obter financiamento para produzir a duplicação do álbum “Património Cantado” (que já está integralmente gravado), e para produzir material promocional de pura fibra de urtiga. O Grupo de Cantares tem sede em Fornos de Algodres, hoje (re)conhecida como “Capital da Urtiga”, sendo nesta espécie vegetal bravia, que encontra a fibra para resistir às adversidades e fortalecer a cultura musical portuguesa de raiz popular (naturalmente urticante!).A opção pelo crowdfunding surge da urgência em registar, preservar e divulgar algumas das manifestações do nosso património imaterial, envolvendo e dando à comunidade local, em particular, aos mais idosos, um papel ativo na sua salvaguarda. Com esta campanha pretendemos angariar um valor mínimo de €2.500 até ao dia 31 de dezembro para que o álbum possa ser lançado no início do novo ano, durante os cantares tradicionais das “Janeiras”. 

Património é valor! “Património Cantado” é valor acrescentado!

Visite-nos em:

https://www.facebook.com/GrupoCantaresFornosAlgodres

ou,veja videos antigos do Grupo, em:

https://www.facebook.com/GrupoDeCantaresDaCasaDoPessoalDaCmfa

ou, ligações urticantes, em:

https://www.facebook.com/ConfrariaDaUrtiga (brevemente um "hino à urtiga"...)

Ensaios do Grupo no Centro Cultural Municipal

Sobre o promotor

Nasceu em fevereiro de 2003 como Grupo Etnográfico da Casa do Pessoal da Camara Municipal de Fornos de Algodres, procurando na música, na dança, no teatro, formas de boa convivência e de divulgação da riqueza e da diversidade da identidade e do património cultural do Município de Fornos de Algodres. Ao longo de vários anos a música, em particular, a música portuguesa, foi-se sobrepondo a todas as outras formas de comunicação e de expressão cultural revelando-se um veículo privilegiado de aproximação do Grupo às pessoas e às suas raízes. Sei de um saco de cantigas” foi o nome dado ao seu primeiro álbum, editado em 2012.

Em abril de 2015 o Grupo desassociou-se da Casa do Pessoal, adotando o nome Grupo de Cantares de Fornos de Algodres. Atualmente o Grupo de Cantares de Fornos de Algodres é constituído por 20 elementos que partilham o gosto pela musica portuguesa, em particular, pela musica popular portuguesa e pela suas raízes, que em Fornos de Algodres são de natureza urticante.

Em digressão por cada uma das localidades que constituem o território concelhio, o Grupo de Cantares realizou uma recolha de canções antigas que gravou e pretende editar em album,que intitulou "Património Cantado" procurando consciencializar a opinião pública quanto à existência e valor único do seu património imaterial.Com a edição deste album o Grupo pretende também agradecer e partilhar o orgulho e a alegria daqueles que genuinamente sentem a sua aldeia como um lugar único e especial. Com eles trabalhámos, a eles nos ligámos para alcançar este propósito de cantar e divulgar o nosso património e a cultura local. “Viver aqui dá pica”!!

Orçamento e Calendarização

Rubrica 1: Duplicação de 1000 cópias do CD e distribuição a 500 apoiantes

R1a. Duplicação de 1000 cópias = €1.196,20 (inclui IVA e despesas de transporte)

R1b. Portes de envio a 500 apoiantes (dentro de Portugal) = €300

Custo total da Rubrica 1: 1.496,20

Prazo: até 30 de novembro estarão duplicadas 1000 cópias do CD, podendo a sua distribuição ocorrer no mês seguinte.

 

Rubrica 2: Produção de material promocional

Fabrico de 600 porta-chaves com folha, em pura fibra de urtiga/ramie

Custo total da Rubrica: €880,80

Prazo: a produção deste material poderá levar 2 a 3 meses uma vez que o material é importando de Bélgica e pode não existir nas quantidades desejadas, prevendo-se que possam estar prontos para entrega até 31 de março.

 

Rubrica 3: Plataforma PPL: €125 (5% de €2.500)

 

R1+R2 +R3= €2.502

  • Apoia com
    5€ ou mais

    Pack 1

    Apoie com 5€ e obtém: CD “Património Cantado “em formato físico (portes de envio incluídos, para Portugal) Prazo: até 30 de novembro estarão duplicadas 1000 cópias do CD, podendo a sua distribuição ocorrer no mês seguinte.

    26 apoiantes

  • Apoia com
    10€ ou mais

    Pack 2

    Apoie com 10€, ou mais e obtém: CD “Património Cantado “em formato físico (portes de envio incluídos, para Portugal) + Porta chaves “folha de urtiga", em ramie” (artigo exclusivo) Prazo: a produção do porta chaves poderá levar 2 a 3 meses uma vez que o material é importando de Bélgica e pode não existir nas quantidades desejadas, prevendo-se que possam estar prontos para entrega até 31 de março 2016

    40 apoiantes

Dom, 26/09/2021 - 11:28

Sex, 08/01/2016 - 21:11

Agradecimentos e entrega de recompensas

Um bom ano, cheio de esperança e ânimos renovados! O Grupo de Cantares agradece o seu inestimável apoio, reconhecidamente importante para o sucesso da campanha “viver aqui dá p...

Ler mais

Seg, 04/01/2016 - 11:39

Pagamento concluído

Os fundos angariados foram transferidos para o promotor

31/12/2015

Campanha terminou

Os fundos foram totalmente angariados com sucesso

Lançamento da campanha

18/11/2015

Junta-te a nós para poderes participar nesta campanha. Criar conta

  • Grupo de Cantares de Fornos de Algodres

    Agradecimentos e entrega de recompensas

    Um bom ano, cheio de esperança e ânimos renovados!
    O Grupo de Cantares agradece o seu inestimável apoio, reconhecidamente importante para o sucesso da campanha “viver aqui dá pica!”
    Com o seu apoio ganhamos força para novos desafios musicais, ainda mais urticantes…
    As recompensas já estão a ser entregues faltando apenas concluir a produção dos porta-chaves “folha de urtiga” (provavelmente até final de janeiro estará concluída).
    Se ainda não recebeu a sua recompensa (CD “Património Cantado”? Porta-chaves?) envie-nos por favor a sua morada para o e-mail: gcantares.fornosalgodres@gmail.com, indicando, também, se pretende que lhe enviemos o respetivo recibo.
    Poderá acompanhar a atividade do Grupo em https://www.facebook.com/GrupoCantaresFornosAlgodres/
    E, caso tenha alguma questão por favor contacte-nos.
    Saudações urticantes!!
    Melhores cumprimentos
    Rosa Costa

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

56 membros da comunidade PPL
apoiam esta campanha

  • 50
    novos apoiantes

  • 6
    apoiantes recorrentes

  • 2
    apoiantes anónimos

Conhece quem está a tornar este sonho realidade