Mexe 2019 a muitas e diversas mãos

Mexe 2019 a muitas e diversas mãos

O Mexe - Encontro Internacional de Arte e Comunidade, que regressará ao Porto entre 16 e 22 de Setembro, desafia todos os cidadãos a contribuir para organizar o festival de form...

  • 130

    angariado

    6% de 2 000€

    3 apoiantes

  • 35 dias

    para apoiar

    Registe-se para seguir esta campanha

  • Esta campanha iniciou-se em 26/06/2019 e só será financiada se angariar um mínimo de 2 000€ até 23/08/2019 - 18:00

O Mexe - Encontro Internacional de Arte e Comunidade, que regressará ao Porto entre 16 e 22 de Setembro, desafia todos os cidadãos a contribuir para organizar o festival de forma alternativa.

O Mexe - Encontro Internacional de Arte e Comunidade, que regressará ao Porto entre 16 e 22 de Setembro, desafia todos os cidadãos a contribuir para a organização do festival de forma alternativa.

Este evento é desenvolvido numa lógica comunitária, envolvendo mais de 200 cidadãos nas mais variadas funções de organização e tomada de decisão. A programação é discutida em fóruns comunitários, os elementos gráficos são resultado de oficinas com a comunidade local, parte do alojamento dos grupos é solidário, a programação é potenciada e descentralizada ocupando associações de moradores, espaços públicos, locais não convencionais da cidade.

O Mexe empenha-se na criação de um espaço de participação capaz de redefinir as nossas ações e formas de viver em comum. Um espaço que necessita do apoio de toda a sociedade para persistir nesta vontade de criar alternativas para os modos de produção atuais e a nossa vida quotidiana.
Esta campanha destina-se a apoiar a alimentação e alojamento de um grupo de 7 participantes que, apesar de um exaustivo processo de angariação de apoios e financiamentos, não conseguimos até à data viabilizar. 


Ao longo de 4 edições, de 2011 a 2017, o MEXE contou com mais de 20 000 espectadores e mais de 1200 participantes provenientes de 18 países, integrando propostas das mais variadas linguagens artísticas, domínios de intervenção e espaços da cidade. 


Durante uma semana o Mexe, convoca o Porto e o país a questionar as lógicas de vida atuais que se traduzem em impasses que vivemos enquanto coletivo humano. Através de quatro eixos programáticos, Pensamento, Apresentação, Formação e Documentação, o festival propõe encontros assentes numa lógica participada, comunitária, horizontal e diversa. Em coerência com os seus princípios, a programação do MEXE privilegia a integração de projetos com comunidades socialmente afastadas da oferta cultural, chamando novos atores para o palco e, com isso, questionando os lugares comuns da criação artística, as políticas de criação de novos públicos e protagonistas e o lugar da cultura enquanto espaço de construção de coesão social.

Nesta edição o festival convoca 412 pessoas, de 28 grupos, oriundas de 6 países para um total de 70 ações em 16 espaços do Porto, num intenso esforço de descentralização e conexão entre centro e periferia, e aos quais se juntam mais de 100 investigadores científicos no âmbito das Práticas Artísticas Comunitárias numa co-organização entre 9 universidades.

A programação envolve todos os cidadãos nomeadamente jovens, população mais desfavorecida, pessoas com deficiência, desempregados, jovens com medidas tutelares educativas e pessoas sem abrigo.

Lugre - Câmara Municipal de Ílhavo

Lugre - Câmara Municipal de Ílhavo

Sobre o promotor

O Mexe é uma co-organização entre a PELE e o MEXE - Associação Cultural.

A PELE foi criada no Porto em 2007 em resultado da vontade de habitar um terreno de cruzamento entre a Arte e a Comunidade, e que este se construísse como exercício de cidadania e transformação social, ao colocar o(s) Sujeito(s), e a sua visão do mundo no centro do processo criativo, especialmente aqueles mais periferizados social e culturalmente.

Organiza-se em 4 áreas de ação: Criação, Programação, Formação e o Núcleo de Teatro do Oprimido do Porto, e ao longo de mais de dez anos tem desenvolvido múltiplas criações, metodologias de trabalho e sistematizado processos de pensamento numa perspetiva de aprofundamento e consolidação do campo lato e fecundo das Práticas Artísticas Comunitárias.

Desenvolve o seu trabalho numa lógica de interseção de disciplinas e setores como a cultura, a coesão social, política, a educação, a justiça, a saúde, o ambiente. A sua ação é norteada pelo princípio de construir processos e produtos artísticos que revelem qualidade estética, compromisso ético e eficácia no que diz respeito ao empoderamento individual e social. Tem como princípio a documentação dos processos criativos, em formato escrito e audiovisual, permitindo a disseminação das suas práticas e um acréscimo do potencial de reflexão. Salienta-se ainda a diversidade de contextos de trabalho, em comunidades rurais, urbanas, meios académicos, teatros municipais, festivais de teatro, contextos prisionais, entre outros.

O Encontro MEXE Associação Cultural é uma associação sem fins lucrativos que organiza um festival, no contexto do panorama cultural nacional e internacional, enquanto espaço de valorização e divulgação de projetos artísticos que cruzem diferentes linguagens e comunidades assentando no diálogo entre criação, espaço público e participação cívica, potenciando uma abordagem holística da cultura e da criação artística. Dentro da sua atividade desenvolve um modelo de programação numa lógica participativa, desde a sua conceção, até à sua implementação, integrando diversos atores formais e informais nas várias fases deste processo. Aprofunda a descentralização da sua programação, estendendo-a a territórios com menos acesso à criação, produção e fruição artística, apoiando propostas que se inscrevam em espaços não convencionais e mais periféricos, com especial enfoque nas abordagens ao espaço público. Estimula a participação e o intercâmbio de artistas nacionais e internacionais, permitindo a diversificação de propostas, linguagens artísticas, contextos e origens geográficas, privilegiando propostas que se relacionem intimamente com as comunidades locais onde se inserem os projetos.

Porto Sentido - NTO Porto/ PELE

Porto Sentido - NTO Porto/ PELE

Orçamento e Calendarização

A campanha e valores solicitados dirigem-se a garantir o alojamento e alimentação de grupos e voluntários envolvidos no Mexe.

De 16 a 22 de setembro de 2019 iremos acolher no Porto mais de 400 participantes de 6 países, em 70 ações no âmbito das Práticas Artísticas Comunitárias, implicando um grande investimento fisico, intelectual, económico e emocional de mais de 200 pessoas.
 
O projeto encontra-se em fase de implementação desde Janeiro 2018, assente numa organização de esquema comunitário que se empenhou num esforço contínuo de angariação de apoios e parcerias. Neste período foram contactadas mais de 400 entidades públicas e privadas, que receberam positivamente o projeto, não se traduzindo, no entanto, em apoios efetivos suficientes para a realização desta edição. 

16 - 22 setembro 
Alojamento (7 participantes x 6 noites x 30€/noite)- 1260€
Alimentação (7 participantes x 6 dias x 10€/dia) - 600€
Comissões PPL: 184,50€

Sáb, 20/07/2019 - 00:53

Lançamento da campanha

26/06/2019

3 membros da comunidade PPL
apoiam esta campanha

  • 3
    novos apoiantes

  • 0
    apoiantes recorrentes

  • 1
    apoiante anónimo

Conhece quem está a tornar este sonho realidade