Häuschen – A Herança

Häuschen – A Herança

Um casebre na floresta. Um casal jovem perdido. E um velho lenhador, com uma história por contar.

  • 520

    angariado

    13% de 4 000€

    9 apoiantes

  • 34 dias

    para apoiar

    Registe-se para seguir esta campanha

  • Esta campanha iniciou-se em 29/01/2019 e só será financiada se angariar um mínimo de 4 000€ até 29/03/2019 - 18:00

Um casebre na floresta. Um casal jovem perdido. E um velho lenhador, com uma história por contar.

Perdidos na floresta, numa noite de tempestade que os apanhou incautos, Maria e Miguel acabam por refugiar-se no casebre de um velho lenhador. Um homem quase cego, de semblante sinistro e com uma bizarra obsessão por migalhas, que os intima a ali pernoitarem. A ideia perturba Miguel, cuja imaginação fértil, de jovem cineasta, suspeita das intenções por detrás daquela oferta. Maria, no entanto, vê nesta aventura uma oportunidade e parece estar votada a libertar Miguel das inseguranças do foro íntimo que enevoam o seu jovem relacionamento. E uma noite numa cabana, no meio da floresta, aparenta ser o local ideal para que se libertem todos os desejos, fomes e feitiços. Uma cabana onde, aparentemente, este velho lenhador de estranhos hábitos não vive só.

Esta é a história que Häuschen – A Herança irá narrar e nesta aventura você pode ter o papel principal.

Inspirados no clássico dos irmãos Grimm, Hansel & Gretel, os realizadores Paulo A.M. Oliveira e Pedro Martins, depois do êxito de Calipso, projeto que foi patrocinado pela plataforma PPL em 2018 e que conseguiu alguma exposição, nomeações e prémios em alguns dos festivais de cinema a nível nacional e internacional como MotelX (Portugal), Fantasporto (Portugal), Cine Horror (Brasil), Hell de Janeiro (Brasil), Hrizantema (Sérvia), Short Cutz (Portugal), Ymotion (Portugal, Caminhos (Portugal), Lucid Dream (Itália),  Mostra do Cinema Português (Portugal), Unrestricted View Horror Film Festival (Inglaterra), Flash Film Festival (Berlin), Feel The Reel (Escócia), Sixth Sense Horror Filme Festival (India) e The Grave Plot Film fest (EUA) estão de regresso. Associados à produtora "The Widow", propõem-se realizar mais uma curta-metragem no âmbito do terror e do fantástico, contribuindo, a par da equipa experiente que lhe apresentamos abaixo, para desenvolver um nicho cinematográfico que, no contexto português, tem ainda muito por explorar.

Equipa:
Pedro Martins (argumentista e realizador)
Paulo A. M. Oliveira (realizador)
Andreia Albernaz (argumentista/anotadora)
Inês Marques (assistente de realização)
JP Caldeano (diretor de fotografia)
Nuno Martini (assistente de fotografia)
Herberto Magalhães (diretor de som)
João Pedro Frazão (diretor de arte e chefe de guarda-roupa)
Aurélien Lino (música e efeitos sonoros)
Olga José (maquilhagem, cabelos e caracterização)
Anabela Gonçalves (produtora - "The Widow")
Carolina Vilardouro (produtora - "The Widow")

Atores:
Adriana Moniz (atriz)
Cristóvão Campos (ator)

Sobre o promotor

Paulo A. M. Oliveira, realizador. Escreveu, produziu e realizou a curta-metragem de suspense/terror (In)Focus em 2016. Em 2017, realizou a micro-curta Vegan Girl, vencedora do concurso YORN MicroCurtas de Terror do MOTELx - Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa. No mesmo ano, realizou e editou a curta-metragem Calipso, exibida em inúmeros festivais nacionais e internacionais, nomeada para melhor curta-metragem de terror portuguesa no MOTELx em 2018 e premiada com uma Menção Honrosa no Unrestricted View Horror Film Festival (Londres, 2018), Prémio para Melhor Atriz no Festival Hrizantema (Sérvia, 2018), Melhor Curta-metragem no Shortcutz de novembro (Lisboa, 2018) e Melhor Curta-metragem de novembro no Berlin Flash Film Festival (2018).

Pedro Martins, argumentista e realizador. Foi co-argumentista do filme multi-premiado O cheiro das velas e também de A Língua, filme nomeado para os recentes prémios Sophia e vencedor de alguns prémios a nível nacional e internacional. Autor de duas curtas-metragens: A Fêmea e Vegan Girl, vencedoras do concurso YORN Micro-Curtas de Terror do festival MOTELx em 2016 e 2017, respetivamente. Foi também argumentista e co-realizador da curta-metragem Red Queen um thriller psicológico com exibições e nomeações em vários festivais nacionais e internacionais em 2018, incluindo o prémio de Melhor Filme Noir/Detetive no Flicks Film Festival. Em 2017 escreveu, e co-realizou com Paulo A.M. Oliveira, a curta-metragem Calipso, que está a fazer o seu périplo por festivais de cinema a nível nacional e internacional, tendo sido nomeada para melhor curta-metragem de terror portuguesa no MOTELx em 2018 e premiada com uma Menção Honrosa no Unrestricted View Horror Film Festival (Londres, 2018), Prémio para Melhor Atriz no Festival Hrizantema (Sérvia, 2018), Melhor Curta-metragem no Shortcutz de novembro (Lisboa, 2018) e Melhor Curta-metragem de novembro no Berlin Flash Film Festival (2018).

Orçamento e Calendarização

Equipa técnica: 1600€
Atores: 900€
Aluguer de espaço: 300€
Transportes: 200€
Alimentação: 231€
Aluguer de equipamento: 400€
Comissão PPL: 369€
TOTAL: 4000€ (inclui comissão PPL)

Precisamos atingir o valor de 4000€ até 31 de março por forma a concretizar este projeto. Só desta forma podemos produzir um filme que represente o nosso país não só em circuitos nacionais como em festivais internacionais. Mas descanse, está em boas mãos: não se esqueça que este projeto herdou a mesma equipa que tornou isso possível com o Calipso!

Facebook

Dom, 24/02/2019 - 06:10

Qui, 31/01/2019 - 09:36

Primeiros cinco apoiantes

Reunimos os primeiros cinco apoiantes. Força!

Lançamento da campanha

29/01/2019

9 membros da comunidade PPL
apoiam esta campanha

  • 6
    novos apoiantes

  • 3
    apoiantes recorrentes

  • 5
    apoiantes anónimos

Conhece quem está a tornar este sonho realidade