The Games Detective Museum

The Games Detective Museum

O The Games Detective Museum é um projecto educativo para a manutenção e preservação da história da revolução electrónica, durante os últimos 40 anos. O objectivo deste museu é ...

  • 559

    angariado

    3% de 15 000€

    33 apoiantes

  • 03/07/2015

    Terminado a

  • Terminado

    Este projecto não conseguiu reunir os apoios necessários.

O The Games Detective Museum é um projecto educativo para a manutenção e preservação da história da revolução electrónica, durante os últimos 40 anos. O objectivo deste museu é preservar parte da cultura desta indústria, assim como os artefactos tecnológicos das décadas mencionadas anteriormente.

BREVE HISTÓRIA

O projecto do The Games Detective Museum surge como uma extensão da exposição de videojogos antigos durante o evento Lisboa Games Week 2014 na FIL, que teve um enorme sucesso.
Nos meses seguintes mais intervenções seguiram-se em outros pontos do país, inclusive várias participações em programas da televisão nacional, onde a recepção do público foi claramente positiva. Podem (re)ver essas intervenções nos seguintes vídeos:

http://sic.sapo.pt/Programas/grande_tarde/videos/2014-11-21-Mania-das-co...

http://sicnoticias.sapo.pt/programas/perdidoseachados/2014-12-20-Geracao...

https://www.youtube.com/watch?v=bTX7TifMQV8

Recentemente, o projecto também esteve no Festival IN – Inovação e Tecnologia que decorreu na FIL, numa área com mais de 80m2.
Novamente a recepção foi amplamente positiva, dando assim confiança à equipa para avançar com a criação do The Games Detective Museum.

OBJECTIVOS

O grande objectivo deste projecto é construir um museu vivo sobre videojogos, assim como transmitir a importância da cultura tecnológica das últimas 4 décadas na nossa sociedade. Neste momento os nossos objectivos cimentam-se em cinco pontos principais:

  1. Preservar a história dos videojogos e os artefactos únicos do século XX relacionados com a tecnologia
  2. Educar o público sobre a herança cultural desta indústria
  3. Criação duma exposição viva, ou seja, o público pode jogar e interagir com o material exposto. Os sistemas e respectivos jogos não devem ser vistos ao longe ou através de vídeos, devem sim, ser desfrutados.
  4. Criação duma oficina de reparação para material tecnológico e electrónico antigo
  5. Criação dum espaço permanente para que os interessados nesta indústria possam congregar, debater e reflectir

Desta forma, e para conseguir consolidar o projecto The Games Detective Museum, a implementação do museu estará dividida em três fases:

Primeira fase

Localização e arrendamento de espaço no centro de Lisboa. Angariação de fundos possíveis para facilitar os primeiros compromissos desta epopeia, como despesas de arrendamento do local, custos de manutenção (água, electricidade, internet), licenciamento de segurança, aquisição de material logístico (ex. expositores), contratação de empresas de segurança, pagamento de taxas para início de actividade, licenciamento camarário e outros semelhantes.

Segunda fase

Instalação do Museu. Arranque da instalação do equipamento e curadoria do espaço. Criação de espaços independentes, como uma oficina de reparação para material antigo, e um espaço de co-work, para start'ups de videojogos

Terceira fase

Formalizar acordos com centros de juventude, escolas, universidades e politécnicos. Dinamização do espaço no museu e o resto da sociedade portuguesa. Criação de workshops e plano de actividades temporárias.

Com a vossa ajuda esperamos que conseguimos arrancar com a primeira fase e finalmente localizarmos um espaço definitivo para sediarmos a exposição permanente.
Neste momento o valor mencionado nesta campanha será para o projecto finalmente sair do papel e começar a ser edificado na realidade.

Sobre o promotor

Mario Tavares – É o The Games Detective nome que assumiu ao criar o canal de videos no youtube. Apaixonado por videojogos e computadores, passou por grandes empresas do retalho como, a BoxShop, Triudus, Chip7, certificado pela HP EMEA,Fnac. Participou na Lisboa Games week 2014 e Festival in 2015

Sofia Henrique- Além de empresária, tem um grande dinamismo para eventos culturais, teatros, exposições, é formada em apoio social.

Nuno Henrique – Apaixonado por jogos, teve o seu primeiro contacto com jogos no Zx Spectrum participou na Lisboa Games week 2014 e Festival in 2015

Releta Lima – Colecionador de videojogos brasileiro teve sempre uma relação com os videojogos tendo sido proprietário de uma loja de comercialização de videojogos e informárica.

João Diogo Ramos – Fundador do Collectorsbridge, apaixonado pela marca Sinclair.

Nuno Folhadela – Co-fundador da Bica Studios, e ex-jornalista da revista de videojogos Smash!

Ivan Barroso - editor da revista PUSHSTART, professor no curso “HND Animação e Videojogos” na Etic (Lisboa, Portugal), historiador de videojogos, cronista do jornal Público, revista PC-Guia e website Pockect Gamer. É também autor do livro “História dos videojogos - A génese da indústria”, e participou igualmente no livro “Service Games: The rise and fall of Sega”.

Miguel Cruz - Entusiasta dos videojogos desde o Philips Videopac nos inicios dos anos 80, fez  parte da organização das xlpartys e do Lisboa Games Week 2014, é doutorado em matemática e aplicações.

Orçamento e Calendarização

ESPAÇO e LOCALIZAÇÃO

Embora nesta fase seja prematuro indicar a localização exacta, o objectivo, como supramencionado, é que o Museu esteja no centro de Lisboa para aproveitar o grande fluxo turístico desta cidade, assim como a facilidade da sua rede de transportes.

Neste momento é difícil estar a desenhar uma possível curadoria, até porque não existe uma ideia credível sobre o tipo de espaço disponível. No entanto, a ideia central é que existam três espaços:

  1. Exposição – dedicado à colocação de consolas, computadores e jogos electrónicos com os quais o público pode interagir, assim como aprender a sua importância na nossa sociedade. 
  2. Oficina de reparação – dedicado à reparação de material electrónico datado, tanto do museu como de pedidos externos.
  3. Espaço Co-Work – dedicado aos profissionais que estejam a começar com start'ups relacionadas com a tecnologia e estejam a procura dum espaço acessível para darem início a sua actividade. Esperamos assim dinamizar com mais força a indústria tecnológica do nosso país.

APOIOS

Actualmente, o The Games Detective Museum, conta já com o apoio de diversas empresas que contribuíram para que este projecto se torne uma realidade.

  • Chipping.pt – Loja Online de Tecnologia , componentes de electrónica e iluminação LED.
  • Toctome - Empresa especializada na prestação de serviços de contabilidade, fiscalidade, gestão de recursos humanos, solicitadores, mediador seguros.
  • Cromolito – Empresa de impressão e artes gráficas que opera no mercado português. Especializada em fotocomposição, impressão offset e digital.
  • The Collector's Bridge – projecto acentuado num acervo digital para todo o tipo de colecções.
  • Todos.pt – Hub criativo sediado em Lisboa.

FAQ

Não tenho muito dinheiro, mas gostaria de contribuir ainda mais!

Nesse caso só tens de entrar em contacto connosco para que possamos ver de que forma isso seria possível.

Posso doar via PayPal ?

Sim basta efectuar o donativo para JORGECONDESSA@ZONMAIL.PT indica apenas o teu nome no campo de observações do Paypal.

Porque é que não existe um plano financeiro detalhado?

Na verdade seria prematuro assumir que poderia existir um neste momento. Existem claro despesas, como por exemplo, pedidos de licenciamento que auferem logo às várias centenas de euros, mas que variam consoante as zonas de Lisboa. Como as variáveis são tão flexíveis, achamos melhor não as indicar em detalhe.

Onde estão os prazos?

Mais uma vez, seria prematuro assumir que num espaço dum mês, ou seis, ou mesmo um ano, estaria tudo pronto. Mas podemos assegurar que o nosso objectivo é que o museu se torne uma realidade, o mais rapidamente possível. Esta campanha está focada em que possamos finalmente arrancar com a primeira fase do nosso plano. Assim que for possível indicaremos as datas oficiais o nosso grande objectivo é começar logo no primeiro mês que precede a campanha de donativos.

Quero ver esboços conceptuais do museu!

Assim que tivermos o espaço escolhido vamos começar com o trabalho conceptual. Além disso, vamos publicar fotos nas redes sociais sobre o desenvolvimento do espaço conforme for possível.

Vocês vão é fugir com o dinheiro para as Caraíbas!

Se isso fosse realmente verdade, não íamos fazer sobre algo tão especifico como um Museu de videojogos. Além disso, a equipa já deu provas mais que suficientes sobre a sua seriedade.

  • Apoia com
    2€ ou mais

    O seu nome constará no mural do Museu.

    O apoio de todos é fundamental e por apenas 2€ poderá viajar no tempo para as décadas de 80 e 90. Terá ainda o seu nome no mural do Museu.

    6 apoiantes

  • Apoia com
    5€ ou mais

    Viagem Gratuita à decada dos anos 80

    Poderá visitar o museu na sua inauguração sem pagar bilhete! Terá ainda o seu nome no mural do Museu.

    13 apoiantes

  • Apoia com
    20€ ou mais

    T-shirt alusiva ao Museu e tema dos video jogos

    Esta cobiçada T-shirt será sua e poderá fazer inveja a todos os seu amigos. Terá ainda o seu nome no mural do Museu. Os portes de envio são gratuitos.

    10 apoiantes

  • Apoia com
    50€ ou mais

    Casaco Temático.

    Ao contribuir para imortalização de jogos, consolas e computadores receberá um casaco alusivo aos vídeo jogos e temática do museu. Terá ainda o seu nome no mural do Museu. Os portes de envio são gratuitos.

    3 apoiantes

  • Apoia com
    100€ ou mais

    Um almoço com o The Games Detective

    Poderá conhecer mais e privar com o The Games Detective amante dos videojogos e época dos anos 80 e 90, cheio de Histórias para contar. Terá ainda o seu nome no mural do Museu.

    1 apoiante

  • Apoia com
    500€ ou mais

    Investidor apaixonado.

    Terá livre transito no museu e eventos promovidos tais como exposições de videojogos e outros eventos, poderá privar também com a equipa e o The Games Detective. Será oferecido merchandising alusivo ao museu e videojogos. Terá ainda o seu nome no mural do Museu.

    Ainda sem apoios. Faz o primeiro!

Sex, 24/05/2024 - 14:15

Sex, 03/07/2015 - 20:26

Obrigado a todos um grande bem hajam!

Hoje terminou a angariação de fundos infelizmente não chegámos ao objectivo monetário mas fomos mais além a concretização está cada vez mais próxima. Quem quiser contribuir p...

Ler mais

03/07/2015

Campanha terminou

Não se reuniu a totalidade dos fundos

Ter, 30/06/2015 - 08:06

Museu de Video jogos em Portugal

Agradeço desde já o interesse , o espaço de cowork será uma das fontes de rendimento, a bilheteira também. Eventos serão também uma fonte de rendimento, queremos ter o carro do ...

Ler mais

Lançamento da campanha

07/05/2015

Junta-te a nós para poderes participar nesta campanha. Criar conta

  • Mario Tavares

    Obrigado a todos um grande bem hajam!

    Hoje terminou a angariação de fundos infelizmente não chegámos ao objectivo monetário mas fomos mais além a concretização está cada vez mais próxima.

    Quem quiser contribuir poderá o fazer por três vias :

    Paypal : jorgecondessa@zonmail.pt

    Tranferência babcária Nib : 0036.0106.99100035919.98

    http://uk.virginmoneygiving.com/fundraiser-web/fundraiser/showFundraiser...

    Aceitam-se donativos em géneros , mobiliário, computadores , televisores, jogos, consolas, discos , cassetes, posters, o que não interessar lá por casa pode ser bem vindo!

    Um agradecimento muito especial aos que manifestaram a sua vontade e participaram no PPL, como já sabem o dinheiro será restituído pelas regras do mesmo , caso o interesse se mantenha podem-no fazer pelas vias acima indicadas, será criada uma tabela onde constarão os nomes e donativos, haverá um mural no museum onde será reflectido o conteúdo da tabela.

    Obrigado um bem hajam e espero vê-los a todos no museu de videojogos e cultura pop NOSTALGICA!

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

  • Mario Tavares

    Museu de Video jogos em Portugal

    Agradeço desde já o interesse , o espaço de cowork será uma das fontes de rendimento, a bilheteira também. Eventos serão também uma fonte de rendimento, queremos ter o carro do Justiceiro (KITT) no nosso museu exposto, gostaríamos ainda de ter a Samantha Fox numa das nossas festas.

    Poderemos trocar ideia por mensagem ou até skype, neste momento a fundação marquês de pombal , está interessada em nos apoiar e vê com grande interesse esta iniciativa, tendo já cedido um espaço fechado com 250m2 e um jardim de 1500m2. Esta poderá ser uma possibilidade, estamos agora a falar com a prefeitura de Oeiras que gere espaços grandes de mais de 10 000m2 a Ex fundição de Oeiras uma fabrica grande dos anos 80´s de metalurgia e não só.
    Estamos abertos a investidores, aliás esta companha foi um fracasso bem sucedido porque mais do que dinheiro (que precisamos claro) conseguimos muitas pessoas interessadas e o pinch está feito, até a autarquia de Oeiras. Posso depois explicar melhor o que vamos fazer , mas será um espaço da cultura pop um grande IKEA da cultura pop que terá como ancora a temática dos videojogos , Filmes, musica e todo o ambiente que possibilitará uma autentica viagem no tempo desde dos anos 50 aos tempos de hoje , sendo por isso um museu muito dinâmico em constante mutação.

    O meu skype é mariostavares

    Email : mario@chipping.pt

    Obrigado uma vez mais pelo interesse aguardo noticias.

    Mário Tavares

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

  • Eduardo Azevedo

    Retorno

    Olá. Estou escrevendo como um possível investidor do Brasil. Pelo o que entendi do projeto de vocês, o retorno viria da exploração do espaço de co-work para start'ups de videojogos. Alguma outra fonte de retorno? Existe interesse de absorção de investidor?

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

  • Mario TavaresEduardo Azevedo

    Museu de Video jogos em Portugal

    Agradeço desde já o interesse , o espaço de cowork será uma das fontes de rendimento, a bilheteira também. Eventos serão também uma fonte de rendimento, queremos ter o carro do Justiceiro (KITT) no nosso museu exposto, gostaríamos ainda de ter a Samantha Fox numa das nossas festas.

    Poderemos trocar ideia por mensagem ou até skype, neste momento a fundação marquês de pombal , está interessada em nos apoiar e vê com grande interesse esta iniciativa, tendo já cedido um espaço fechado com 250m2 e um jardim de 1500m2. Esta poderá ser uma possibilidade, estamos agora a falar com a prefeitura de Oeiras que gere espaços grandes de mais de 10 000m2 a Ex fundição de Oeiras uma fabrica grande dos anos 80´s de metalurgia e não só.
    Estamos abertos a investidores, aliás esta companha foi um fracasso bem sucedido porque mais do que dinheiro (que precisamos claro) conseguimos muitas pessoas interessadas e o pinch está feito, até a autarquia de Oeiras. Posso depois explicar melhor o que vamos fazer , mas será um espaço da cultura pop um grande IKEA da cultura pop que terá como ancora a temática dos videojogos , Filmes, musica e todo o ambiente que possibilitará uma autentica viagem no tempo desde dos anos 50 aos tempos de hoje , sendo por isso um museu muito dinâmico em constante mutação.

    O meu skype é mariostavares

    Email : mario@chipping.pt

    Obrigado uma vez mais pelo interesse aguardo noticias.

    Mário Tavares

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

33 membros da comunidade PPL
apoiam esta campanha

  • 21
    novos apoiantes

  • 12
    apoiantes recorrentes

  • 0
    apoiantes anónimos

Conhece quem está a tornar este sonho realidade

  • Pedro Trigo

    19/05/2015 - 17:09

    Força ! Sem duvida um projecto a apoiar.

  • Luis Pires

    18/05/2015 - 16:11

    Força!

  • Mário Viegas

    16/05/2015 - 15:30

    Contribua neste projecto único em Portugal, para a preservação histórica de Computadores, videojogos e consolas entre outras curiosidades do passado.

  • Mario Tavares

    15/05/2015 - 20:10

    :-) | Donativo Marcus Vinicios Revista JOGOS 80

  • Ivo Pereira

    15/05/2015 - 14:45

    Vamos lá!

  • Baltazar

    14/05/2015 - 15:13

    Boa ideia! Espero que consigam preservar este legado do tempo da minha juventude

  • Ivan

    13/05/2015 - 12:41

    É apoiar estas iniciativas. Os videojogos tem uma cultura no nosso país que deve ser preservada!

  • João Diogo Ramos

    13/05/2015 - 09:22

    Um diferenciador de qualidade para Portugal de quem já deu provas de ter o trabalho de casa feito e pode agora passar ao nível seguinte de profissionalização.

  • Neil Dyson

    10/05/2015 - 01:05

    retro all the way

  • ricpinto79

    08/05/2015 - 10:28

    Grande iniciativa. Era bom conseguir tração dos meios de comunicação neste projeto.

  • Carlos Ávila

    07/05/2015 - 17:11

    Vamos lá chegar com este projecto a bom porto. Um abraço dos Açores!

  • Gonçalo Henriques

    07/05/2015 - 16:25

    Museu de jogos e coisas retro, quero!

  • Diogo Vasconcelos

    07/05/2015 - 16:23

    Este é um projecto que tem de ser apoiado.

  •