A Poesia não tem grades
PPL Causas

A Poesia não tem grades

“A Poesia não tem grades” existe desde 2003 e é uma iniciativa coordenada por Filipe Lopes e apoiada pelo Grupo O Contador de Histórias. Tem vindo a desenvolver sessões de promo...

  • 2355

    angariado

    94% de 2 500€

    83 apoiantes

  • 05/01/2015

    Terminado a

  • Terminado

    Este projecto não conseguiu reunir os apoios necessários.

“A Poesia não tem grades” existe desde 2003 e é uma iniciativa coordenada por Filipe Lopes e apoiada pelo Grupo O Contador de Histórias. Tem vindo a desenvolver sessões de promoção da leitura junto dos reclusos com o objectivo de promover a experimentação artística e assim contribuir para o desenvolvimento intelectual e pessoal daquela população. Veja toda a informação em www.apoesianaotemgrades.pt.

Realiza-se em parceria com Direcção-Geral de Reinserção e dos Serviços Prisionais e tem merecido a aceitação e a participação empenhada dos reclusos.

Foi apoiado financeiramente pela actual Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas nas primeiras edições, sendo posteriormente um trabalho realizado de forma inteiramente voluntária, com todos os custos suportados pela estrutura.

Em 2013, foi adicionada uma vertente formativa com o projecto “Palavra Chave” que procura formar e coordenar voluntários, motivando-os para a intervenção nos Estabelecimentos Prisionais da sua área de residência. Neste âmbito já decorreram acções em Bragança, Lamego, Grândola, Ponta Delgada e Lisboa.

Para garantir a sustentabilidade destas iniciativas e manter um nível qualitativo elevado que garanta a validade da intervenção junto de uma população com características tão específicas, opta-se por esta recolha de fundos partilhada, sendo também uma forma da social civil se envolver num processo que, apesar de necessariamente longe da vista, não deixa de implicar todos os cidadãos.

Mas porquê trabalhar com esta população e não com outras, especialmente num momento de grande emergência social como aquele que atravessamos? 

Todos os estudos realizados, nos mais diversos países, apontam para resultados positivos neste tipo de intervenção. Em Portugal, a sobrelotação das cadeias e a diminuição de recursos limitam a possibilidade de existirem mais iniciativas similares, realizadas pela própria estrutura dos Estabelecimentos Prisionais. 

O momento de reclusão, em que alguém cumpre a pena e deve reflectir sobre o crime que cometeu, é um momento de oportunidade para a mudança. O facto de não existir pena perpétua nem de morte em Portugal deve-nos lembrar a todos que a passagem pela prisão é um momento de transição e que toda a sociedade ficará a ganhar com a transformação positiva destes homens e mulheres.

A partir de 2015, as acções serão desenvolvidas,pela CULTIV - Associação de Ideias para a Cultura e Cidadania, uma entidade sem fins lucrativos que dará expressão social ao projecto, mantendo-se "O Contador de Histórias" como parceiro principal.

Sobre o promotor

Filipe Lopes é um dos fundadores do Grupo O Contador de Histórias e dedica-se à promoção do livro e da leitura há mais de 20 anos.

Para além de muitas centenas de sessões realizadas em escolas e bibliotecas, sempre procurou democratizar o acesso à cultura e utilizar a literatura como ferramenta para a integração social, colaborando com entidades como a Comissão Nacional de Protecção de Crianças e Jovens ou a Fundação do Gil (onde foi coordenador do voluntariado da "Hora do Conto").

Recebeu em 2012 o prémio "Sorrir na Educação" pelo trabalho desenvolvido nesta área.

Tem sido objecto de diversas reportagens como as seguintes:

- Visão

- TSF

- CM 

Orçamento e Calendarização

  • Apoie com
    5€ ou mais

    Postal poético digital

    Interpretação de um poema, em formato áudio, enviado por email. Poderá escolher um de dez textos diferentes.

    10 apoiantes

  • Apoie com
    10€ ou mais

    1 Livro "O lado de dentro do lado de dentro"

    Recebe "O lado de dentro do lado de dentro", livro com textos originais de autores nacionais e estrangeiros. (Portes de envio por correio incluídos para Portugal)

    33 apoiantes

  • Apoie com
    15€ ou mais

    1 livro "O lado de dentro do lado de dentro" + 1 postal poético digital

    Recebe "O lado de dentro do lado de dentro", livro com textos originais de autores nacionais e estrangeiros (Portes de envio por correio incluídos para Portugal) e também a interpretação de um poema, em formato áudio, enviado por email. Poderá escolher um de dez textos diferentes.

    14 apoiantes

  • Apoie com
    25€ ou mais

    1 livro + 10 postais poéticos digitais

    Recebe "O lado de dentro do lado de dentro", livro com textos originais de autores nacionais e estrangeiros (Portes de envio por correio incluídos para Portugal) e também o conjunto de dez interpretações de poemas, em formato áudio, enviados por email.

    12 apoiantes

  • Apoie com
    50€ ou mais

    1livro "O lado de dentro do lado de dentro" + 1 - t-shirt +10 postais poéticos digitais

    Recebe "O lado de dentro do lado de dentro", livro com textos originais de autores nacionais e estrangeiros, o conjunto de dez interpretações de poemas, em formato áudio, enviados por email e uma t-shirt do projecto (Portes de envio por correio incluídos para Portugal).

    4 apoiantes

  • Apoie com
    100€ ou mais

    3 livros + 10 poemas digitais + 1 t-shirt.

    Recebe 3 exemplares de "O lado de dentro do lado de dentro", livro com textos originais de autores nacionais e estrangeiros, o conjunto de dez interpretações de poemas, em formato áudio, enviados por email e uma t-shirt do projecto (Portes de envio por correio incluídos para Portugal).

    5 apoiantes

Sáb, 15/12/2018 - 06:00

05/01/2015

Campanha terminou

Não se reuniu a totalidade dos fundos

Seg, 29/12/2014 - 20:11

último apelo

A todos os que têm visitado esta página mas que ainda não tiveram oportunidade de dar o seu contributo, pedimos que não se "atrasem", já falta pouco tempo. E divulguem junto dos...

Ler mais

Sex, 26/12/2014 - 12:18

A hora das decisões

Esta é a hora em que decidimos o que somos. Nós continuamos a acreditar que o trabalho que fizemos até aqui, intervindo em estabelecimentos prisionais tem de continuara. Não ape...

Ler mais

Lançamento da campanha

18/11/2014

Junta-te a nós para poderes participar nesta campanha. Criar conta

  • alexmonte

    Força!!!!

    Vão conseguir!!!! Tenho a certeza!!!!

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

  • Uwe Heitkamp

    contar histórias

    Tem muita razão. Vi muito tarde (de mais) o vosso projeto. Que pena. Mereçer todo o apoio, especialmente hoje para chegar aos € 2.500 a último minuto. Força amigos, não falta muito!

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

  • Uwe Heitkamp

    contar histórias

    Tem muita razão. Vi muito tarde (de mais) o vosso projeto. Que pena. Mereçer todo o apoio, especialmente hoje para chegar aos € 2.500 a último minuto. Força amigos, não falta muito!

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

  • Filipe Lopes

    último apelo

    A todos os que têm visitado esta página mas que ainda não tiveram oportunidade de dar o seu contributo, pedimos que não se "atrasem", já falta pouco tempo. E divulguem junto dos vossos amigos, através da página de Facebook https://www.facebook.com/poesiasemgrades ou do site do projecto em www.apoesianaotemgrades.pt .
    Obrigado

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

  • Filipe Lopes

    A hora das decisões

    Esta é a hora em que decidimos o que somos. Nós continuamos a acreditar que o trabalho que fizemos até aqui, intervindo em estabelecimentos prisionais tem de continuara. Não apenas porque essa intervenção permite aos reclusos o contacto com uma realidade (a experimentação artística e cultural) para muitos desconhecida e que lhe pode dar ferramentas para a sua futura reinserção, mas porque todo o investimento em cada um destes homens e mulheres tem como objectivo promover a sua futura reinserção da sociedade. Porque todos eles vão deixar um dia de ser "outros" para serem mais um de "nós", todos os dias se abrem portões para quem terminou de cumprir a sua pena seria bom que pudessem sair com mais conhecimentos, com mais formação, com mais gosto por actividades positivas como a leitura, por exemplo.
    É por isso, porque estamos a trabalhar para uma sociedade mais segura e inclusiva, da qual vamos todos beneficiar, que precisamos de ajuda. Foram vários anos de voluntariado a "inventar" recursos, até ao limite. Queremos continuar e fazer com que este trabalho seja coerente, estruturado e que permita uma continuidade. Não o conseguimos fazer apenas com boa vontade, precisamos de um pouco mais do que os "gostos" no Facebook, as palavras de apreço e incentivo...
    Esta é a hora. Apoiar este projecto é fazer algo pelos "outros" mas também por si mesmo, é ser cidadão, é procurar o bem comum. Podemos contar consigo?

    Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários

83 membros da comunidade PPL
apoiam esta campanha

  • 49
    novos apoiantes

  • 34
    apoiantes recorrentes

  • 0
    apoiantes anónimos

Conhece quem está a tornar este sonho realidade